Cristiano Ronaldo vê suas condecorações em Portugal em risco

Comentários()
Getty
Gajo foi condenado por crime fiscal na Espanha

A condenação por fraude fiscal a Cristiano Ronaldo na Espanha colocou em risco suas condecorações recebidas em Portugal. Um dos grandes ídolos do país, o gajo recebeu a Ordem do Infante D. Henrique, a mais prestigiada do país, e a Grã-Cruz da Ordem do Mérito, concedidas em 2014 e 2016, respectivamente. No entanto, segundo a imprensa portuguesa, o astro pode perder as medalhas, que são incompatíveis com um comportamento não exemplar.

Acontece que existe uma norma em Portugal que regula as "ordens honoríficas". Ela estabelece que as medalhas podem ser retiradas se quem as recebeu for condenado a penas de prisão superiores a três anos e devem "regular o seu comportamento, público e privado, pelos ditames da virtude e da honra".

CR7 não recebeu uma pena superior a três anos, mas de acordo com o jornal português Público, foi "o comportamento de Cristiano Ronaldo que levou à sua condenação", e "tem nada de virtuoso ou honesto, nada dignifica as ordens de que é dono ou de Portugal, por isso abre as portas para o estabelecimento de um processo disciplinar" que pode levar à perda das condecorações.

O presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, é quem decidiria se o craque da Juventus manteria ou não suas honrarias.

Fechar