Copa do Brasil: Aparecidense promete recorrer contra a Ponte

Comentários()
Divulgação/Aparecidense
O clube goiano classificou a situação envolvendo o resultado da partida contra a Ponte Preta de “imoral”

A Aparecidense promete lutar até o fim pelos seus direitos e já acionou advogados para reverter a decisão do STJD, que aceitou o pedido da Ponte Preta e transformou a vitória por 1 a 0 dos goianos, resultado que classificaria o Camaleão para a próxima fase da Copa do Brasil, em uma igualdade por um gol que levaria a Macaca adiante no torneio.

"Sinto muita tristeza pela imoralidade. Não vamos falar sobre isso, vou deixar para o departamento jurídico. Vamos recorrer e buscar nossos direitos. Acho que se fosse contra o Goiás, o Atlético-GO ou o Vila não haveria essa mudança de resultado. Não posso reclamar da Federação Goiana, que está nos apoiando, mas a Aparecidense vai buscar seus direitos", afirmou João Rodrigues, o Cocá, diretor de futebol do clube goiano.

Através das redes sociais a Aparecidense também demonstrou a sua revolta com o acontecido: “O Rei Davi diante de Golias enquanto todos olhavam para o gigante e pensavam é muito grande não tem como vence-lo, Davi olhou e pensou 'é muito grande não tem como errar'. Contra tudo e contra todos, vamos vencer novamente!”, diz um tweet emitido pelo clube.

Na próxima quarta-feira (27), a Aparecidense enfrentaria o Bragantino pela Copa doo Brasil. A CBF já suspendeu a partida. Caso a situação não seja revertida, um novo jogo contra a Ponte Preta poderá ser disputado.


Entenda a polêmica


A Ponte Preta alegou interferência externa para anular a derrota por 1 a 0 sofrida para a Aparecidense no último dia 12 de fevereiro, pela Copa do Brasil. No final do jogo, Hugo Cabral empatou para a Macaca em posição irregular não assinalada pelo bandeirinha. A confusão foi instaurada em campo, o duelo ficou parado por mais de 15 minutos até o árbitro decidir pela anulação do tento.

O resultado eliminaria a Ponte Preta, mas o clube de Campinas entrou com recurso no STJD. Em votação apertada, o pedido foi aceito a favor da Macaca.

Fechar