Notícias Placares ao vivo
Coppa Italia

Contra o Milan, Buffon voltou a mostrar por que é um dos maiores da história

20:11 BRST 13/02/2020
2019-09-29 Buffon Juventus
O ídolo da Juventus não tinha tanto trabalho em um jogo desde 2013: evitou o pior e ainda pôde comemorar um importante empate

Cristiano Ronaldo, nos acréscimos, converteu o pênalti para empatar o duelo de ida da semifinal da Coppa Italia, nesta quinta-feira (13), contra o Milan, em jogo transmitido com exclusividade pelo DAZN. Resultado final dentro do San Siro: 1 a 1.

Mas o melhor em campo foi um velho conhecido: Gianluigi Buffon.

Aos 42 anos, o ídolo da Juventus teve uma atuação que reforça a sua imagem como um dos melhores goleiros de todos os tempos.

Embora não seja mais o titular, posição que hoje pertence ao polonês Wojciech Szczesny, o veterano segue provando sua capacidade para decidir jogos.

Nesta quinta, o Milan foi superior à Juventus: foram 11 finalizações na direção do gol alvinegro, um número de tentativas que nenhuma outra equipe chegou perto na atual temporada. Buffon não tinha tanto trabalho desde 2013, em duelo contra a Lazio quando tinha “apenas” 35 anos.

O agora camisa 77, número por ele escolhido no retorno à Juve após rápida passagem pelo PSG, não efetuava tantas defesas também desde 2013. Foram dez intervenções, incluindo uma defesa espetacular, ainda no primeiro tempo, após finalização de Calabria.

A Juve volta para casa com um bom resultado até o duelo de volta, marcado para 03 de março, por causa do gol marcado por Cristiano Ronaldo mesmo em uma de suas piores atuações. Mas acima de tudo por uma exibição espetacular de Gianluigi Buffon, um dos gigantes do futebol.