Cinco Estrelas: Agora é para valer!

Comentários()
© Cristiane Mattos/Light Press/Cruzeiro
"Após uma extensa fase classificatória, a Raposa passa para uma série de jogos decisivos e não tem mais permissão de vacilar na temporada 2018"


Por João Henrique Castro


O Cruzeiro não tem mais margem de erro na temporada 2018. Após uma extensa fase classificatória (pelo amor de Deus, reduzam os jogos dos grandes nos estaduais ou eles vão acabar morrendo), a Raposa passa para uma série de jogos decisivos e não tem mais permissão de vacilar na temporada sem que o tropeço signifique dor de cabeça para suas pretensões.

Ao longo da primeira fase, Mano Menezes sistematizou um time titular, ainda que algumas dúvidas possam ainda existir. Na zaga, por exemplo, Léo e Murilo se firmaram como primeiras opções do treinador, mas Dedé, ganhando ritmo de jogo e oportunidade com a suspensão de Léo, pode começar a colocar uma pulga na orelha do treinador.

No meio-campo e no ataque, a situação também parece um pouco indefinida. Com muitas ausências, por diversas razões, mudanças e diversos testes, especialmente em função do número de opções, é difícil cravar ainda qual é o quarteto ofensivo ideal para Mano Menezes.

Libertadores: quando joga o Cruzeiro?

Mano Menezes Cruzeiro Villa Nova-MG Mineiro 17022018Foto: © Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

A priori, parece que o comandante cinco estrelas tem em Robinho, Thiago Neves, Rafinha e Fred a formação ideal. Todavia, como deixar de fora Arrascaeta? Ou não valorizar as boas atuações de Mancuello? David terá protagonismo quando, enfim, puder jogar? E Raniel seguirá no comando do ataque durante a ausência de Fred?

A parte boa das dúvidas é que elas demonstram que o elenco tem alternativas e, efetivamente, ter possibilidades de rodízio é bem melhor do que ter a escalação na ponta da língua por falta de opções no banco de reservas.

Quando o Cruzeiro entrar em campo contra o Patrocinense neste sábado, Mano iniciará, enfim, uma sequência de jogos importantes que antecederão o duelo contra o Vasco pela Copa Libertadores. Talvez um teste ou outro ainda possa ser realizado. Mas o fato é de que a partir de agora, todo jogo é para valer para a Raposa.

Campeonato Mineiro: calendário e horários de jogos

João Henrique Castro é professor, historiador e, obviamente, cruzeirense. Daqueles que sabe que nada brilha mais no céu do que as cinco estrelas que traz no peito.

Fechar