Notícias Placares ao vivo
Fortaleza

Ceni pediu desculpa por não escalar Ederson após dois gols, revela atacante

14:52 BRT 16/04/2020
Ederson-Fortaleza
Atacante revela apoio de Rogério Ceni, destaca carinho da torcida e conta que ir ao Fortaleza foi uma das melhores decisões de sua vida

Rogério Ceni ainda está iniciando sua carreira como técnico. Após não ter bom começo no São Paulo, clube onde é ídolo, o agora comandante vem desempenhando um bom trabalho à frente do Fortaleza. Mas apesar do nome e do peso que tem no futebol, a humildade e a sinceridade são características do treinador.

Pelo menos é isso que Ederson, atacante do tricolor do Nordeste revelou. O jogador contou que após fazer dois gols contra o Vila Nova, ficou no banco de reservas na partida seguinte. Mas o modo como Rogério lidou com a situação surpreendeu o atleta.

“O mais engraçado foi depois do jogo contra o Vila Nova. No jogo seguinte, ele [Rogério] não me colocou para jogar, mas me pediu muitas desculpas por não ter me colocado, porque eu vinha de dois gols contra o Vila Nova. Mas isso faz parte, pelo momento do jogo às vezes ele tem outras opções para colocar, outras necessidades. Mas estou sempre disposto a ajudar”, contou o atacante.

No Fortaleza desde 2018, Ederson também destacou que está muito feliz em vestir a camisa tricolor. Pois além dos títulos, ele ressaltou o apoio e o carinho que recebe da torcida do clube.

“Em pouco tempo eu conquistei muitos títulos com o Fortaleza. Fico muito feliz e agradeço a Deus por isso. E a torcida também sempre me deu muito carinho. Eu jogando ou não a torcida sempre esteve do meu lado”. 

Mas Ederson também revelou que além da torcida, o apoio que sempre recebeu de Rogério Ceni foi muito importante durante sua trajetória na equipe. 

Foto: MAURO PIMENTEL / Colaborador

“O Rogério sempre me deu muito apoio. Quando eu fiz o gol contra o Juventude, eu sabia que o Gustavo estava voltando, era um cara que estava fazendo muitos gols, era artilheiro do Brasil e da Série B, se não me engano. Mas eu falei para ele [Rogério] que eu queria ajudar, independente se eu jogasse cinco ou dez minutos eu iria ajudar ele”.

Antes de chegar ao Fortaleza, Ederson jogou pelo Athlético-PR, time onde foi revelado e acumula diversas passagens ao longo de sua carreira. Mas mesmo deixando um clube onde possui grande identificação, o atacante revelou que essa foi uma das melhores decisões de sua vida, e que o presidente do tricolor nordestino teve grande peso em sua escolha.

“Desde o primeiro dia o presidente me ligou e foi bem honesto comigo, falou a situação do clube, falou tudo o que ele poderia fazer por mim. Eu acho que isso foi bem importante. Pela palavra dele ele conseguiu me convencer a ir ao Fortaleza. E acho que foi uma das melhores escolhas da minha vida”.