Notícias Placares ao vivo
Cardiff City

Caso Sala: avião estaria operando sem licença apropriada, dizem investigadores

19:10 BRT 25/02/2019
Emiliano Sala GFX
Jogador desapareceu após queda de avião no Canal da Mancha, o corpo foi encontrado dias após o ocorrido

A empresa especializada em acidentes aéreos, Air Accidents Investigation Branch (AAIB) estaria investigando as circunstâncias que cercam o acidente envolvendo o voo de Emiliano Sala e divulgou um relatório provisório nesta segunda-feira (25), no qual revelou ter descoberto que o avião, registrado nos Estados Unidos, não poderia ser usado para fins comerciais sem permissão prévia.

Não houve evidência de que a permissão tenha sido solicitada, embora não esteja claro se o voo foi alternativamente operado com base no compartilhamento de custos. A AAIB também disse que o "diário de bordo e a licença da Ibbotson não foram recuperados da aeronave, e os detalhes da licença e datas de validade ainda não foram estabelecidas".


(Foto: Getty Images)

O piloto Ibbotson e o jogador Sala viajavam de Nantes para Cardiff a bordo de uma aeronave Piper Malibu quando a mesma desapareceu em 21 de janeiro, no Canal da Mancha.

O corpo de Sala foi posteriormente recuperado dos destroços do avião quase três semanas após o ocorrido devido as buscas particulares da família e amigos do argentino, que contou com a ajuda de empreiteiros especializados. De acordo com o laudo de óbito, Emiliano Sala morreu devido aos ferimentos na cabeça e no tronco. O corpo de Ibbotson ainda não foi encontrado.

Em resposta ao relatório, o Cardiff demonstrou estar preocupado com os possíveis rumores que podem surgir após a divulgação da informação pela AAIB. "O clube reconhece a publicação da AAIB do boletim especial sobre a perda da aeronave Piper Malibu carregando Emiliano Sala. Temos graves preocupações de que ainda permaneçam questões sobre a validade da licença e da qualificação do piloto para empreender tal jornada, conforme identificado no boletim”.

"Também estamos preocupados em descobrir se a viagem envolveu uma aeronave que não estava em conformidade com os requisitos da CAA do Reino Unido ou da FAA nos EUA para atividade comercial e, portanto, estaria operando ilegalmente”.

O Cardiff assinou oficialmente com o atacante Sala, do Nantes, em janeiro, horas antes ao acidente.