Barcos quebra silêncio sobre saída do Palmeiras: "não queria sair"

Comentários()
O argentino, atualmente no Cruzeiro, revelou detalhes sobre a conturbada transferência para o Grêmio, em 2013

Hernán Barcos teve a sua primeira experiência no futebol brasileiro em 2012, quando fez sucesso (e 28 gols) com a camisa do Palmeiras. A saída do Alviverde, no ano seguinte, em negociação com o Grêmio, é motivo de mágoas para torcedores da equipe paulista até hoje. E também para o argentino, que garantiu: não tinha vontade de ser negociado naquela época.

“Terminou o ano de 2012 e eu tinha ido para a seleção. Terminei o ano na seleção e decidi ficar no Palmeiras em 2013. Aí estava tudo normal, tranquilo”, revelou para o SporTV. A passagem de ano dentro do clube foi de grandes mudanças: Paulo Nobre assumia a presidência com a missão de reestruturar um clube que havia acabado de cair para a Série B. Mesmo assim, a vontade de Barcos em seguir no Palmeiras não havia mudado.

“Jogamos numa quarta-feira, primeiro ou segundo jogo do Paulistão; depois do jogo, me disseram que teriam que falar na quinta com o Rui Costa (que na época era executivo de futebol no Grêmio). Eu não queria sair, estava bem com o Palmeiras”, seguiu.

“Depois, me disseram que eles tinham aceitado a proposta, que vinham atletas do Grêmio. Falaram que era para falar que era comum acordo, bom para mim. No meio da semana, o presidente falou que eu quis sair. Eu fiquei bravo”.

Gremio forward Hernan BarcosBarcos fez 45 gols no Grêmio, após negociação com o Palmeiras

O atacante argentino ainda revela que a sua negociação foi motivada pelo salário que recebia no Palmeiras: “o presidente foi sincero, disse que não podia pagar o meu salário. No Grêmio, Palmeiras e aqui (Cruzeiro) eu nunca tive problema. Ele disse que não podia pagar, entendi a situação”.

Apesar de ter lamentado a saída do Palmeiras, Barcos garante que gostou muito de sua passagem pelo Grêmio – clube brasileiro onde, até o momento, mais balançou as redes, em um total de 45 tentos.

Próximo artigo:
Bruxa à solta! Depois de Neymar, Mbappé sai lesionado de amistoso da França
Próximo artigo:
Vinícius Junior está entre os finalistas do prêmio Golden Boy
Próximo artigo:
UEFA confirma que VAR será usado nas competições a partir da próxima temporada
Próximo artigo:
Lesionado, Neymar deixa amistoso contra Camarões com apenas sete minutos de jogo
Próximo artigo:
O que o Palmeiras precisa para ser campeão já nesta quarta-feira?
Fechar