Alisson salva um Liverpool que passou a sofrer para marcar gols na Premier League

Goleiro brasileiro se torna peça fundamental no time de Jürgen Klopp, que passou a sofrer para balançar as redes e vive sua pior sequência desde 2005

O Liverpool apenas empatou por 0 a 0 no clássico com o Manchester United, neste domingo (17), pela 18ª rodada da Premier League. Foi o terceiro jogo consecutivo dos Reds sem marcar no Campeonato Inglês. No resultado obtido no fim de semana, o goleiro Alisson foi fundamental para o resultado. Com boas defesas, ele evitou que o atual campeão nacional sofresse uma derrota em seu pior momento ofensivo desde março de 2005.

Quer ver jogos ao vivo ou quando quiser? Acesse o DAZN e teste o serviço por um mês grátis.

Com boas defesas, quatro ao todo no jogo disputado em Anfield, o goleiro brasileiro evitou que o United conseguisse um triunfo e ampliasse a vantagem na tabela de classificação da Premier League. Hoje, os Red Devils têm três de vantagem para o adversário.

A boa atuação de Alisson aparece justamente em um momento que o ataque do Liverpool tem falhado. Desde que venceu o Crystal Palace por 7 a 0, em 19 de dezembro do ano passado, o time de Jürgen Klopp fez apenas um gol em 62 finalizações durante os seus jogos na Premier League. A taxa de conversão neste período é de 1,6%.

No jogo contra o Crystal Palace, curiosamente, a média foi de 50%. Na ocasião, a equipe deu 14 chutes contra o gol adversário e marcou sete vezes.

O mau momento ofensivo é o pior desde 2005. O Liverpool não fica três partidas consecutivas sem marcar desde março daquele ano. Os Reds são apenas o terceiro campeão da Premier League a ter uma sequência assim no ano seguinte ao título. O Arsenal sofreu desta forma em 1998/1999 e o Leicester City replicou a série em 2016/2017.

Fechar