Notícias Placares ao vivo
Liga dos Campeões da UEFA

Alisson brilha como protagonista no título do Liverpool um ano após trauma

18:37 BRT 01/06/2019
Alisson Liverpool Tottenham Champions 01 06 2019
O goleiro foi decisivo ao longo da campanha vitoriosa no título da Champions, batendo recordes na final e chutando para longe o trauma de Karius

O Liverpool foi derrotado na final da Champions League em 2018, para o Real Madrid, muito por causa das falhas absurdas do goleiro Loris Karius. Um ano depois, tudo mudou. Os Reds reconheceram a necessidade de se reforçarem sob as traves e trouxeram o titular da Seleção Brasileira. Alisson chegou nesta temporada 2018-19, após excelente prestação de serviços à Roma, e não é exagero dizer que foi um dos grandes protagonistas na mudança de rumos que terminou com a tão esperada conquista europeia, neste sábado (01), após vitória por 2 a 0 sobre o Tottenham.

E não apenas por ter mantido a sua meta zerada dentro do estádio Wanda Metropolitano, justamente na partida em que mais teve trabalho em toda a temporada e considerando todas as competições. Foram oito defesas, todas elas no segundo tempo – quando o Tottenham aumentou o seu volume ofensivo em busca do empate. A decisão europeia entre ingleses entrou para a história por causa do pênalti mais rápido já marcado na competição: Salah abriu a contagem com cerca de 2 minutos e Origi saiu do banco de reservas para garantir o título justamente no momento em que Alisson mais trabalhava.

Quer ver jogos ao vivo ou quando quiser? Acesse o DAZN e faça o teste por um mês grátis!

Mas não foram apenas as oito defesas, especialmente as quatro anteriores ao gol de Origi, aos 87’, que praticamente selou a conquista. Alisson valeu cada um dos € 62.5 milhões pagos pelos ingleses ao fazer intervenções importantíssimas para segurar o zero em suas redes enquanto os seus companheiros faziam, também eles, milagre ao bater o Barcelona por 4 a 0 na semifinal – remontando uma derrota por 3 a 0 no Camp Nou. A decisão sempre fica marcada, a cena com o troféu nas mãos e as defesas realizadas. Entretanto, se os Reds conseguiram chegar tão longe devem especialmente ao milagre protagonizado pelo brasileiro na última rodada da fase de grupos.

O Liverpool chegou no último compromisso do Grupo C com a obrigação de ganhar do Napoli em sua casa. Caso contrário, seria eliminado. Salah abriu o placar aos 34’, mas não serviria de nada se Alisson não tivesse parado o chute desferido por Milik, nos últimos momentos. Os Reds avançaram, chegaram cheios de confiança e provaram mais uma vez que o impossível não existe no futebol. Foram campeões, e agora o brasão na manga esquerda da camisa mostrará seis conquistas.

Alisson termina esta Champions League 2018-19 como um dos grandes heróis do Liverpool na temporada, campeão e com uma marca impressionante: foi o goleiro que mais sofreu finalizações em sua direção (57) e também o que mais fez defesas (46).

O goleiro que mais enfrentou finalizações e as defendeu na Champions, com carga recorde de trabalho justamente na final. Alisson foi decisivo (Foto: Getty Images)

“Ainda não me dei conta. São tantas coisas que passam na minha cabeça, tanta luta pra chegar até aqui. Uma cidade pequena do Rio Grande do Sul, chegar aqui com todo o meu trabalho, com a força da minha família, dos meus amigos, minha esposa que não está aqui, estou quase tendo o meu segundo filho. Só agradecer a tudo e agora é festejar”, disse ainda no gramado do Wanda Metropolitano.

(Foto: Getty Images)

Depois da festa pelo merecido título, desta vez garantido também por causa de um desempenho decisivo do homem que veste luvas, o goleiro se apresenta para disputar a Copa América de 2019 pelo Brasil. E não tenha dúvidas: hoje, não há opção mais segura debaixo das traves. Alisson foi um de tantos fatores decisivos no maior torneio de clubes do mundo.