Abel Braga não demonstra fazer questão da simpatia da torcida do Fla

Comentários()
Alexandre Vidal / Flamengo
Mesmo diante da repercussão negativa de algumas entrevistas, comandante mantém postura e até manda "recado" malcriado

GFX Banner Raisa Simplicio Brasil

O clima entre a torcida do Flamengo e o técnico Abel Braga parece cada vez mais insustentável. Na madrugada desta segunda-feira(20), os muros da Gávea amanheceram pichados com dizeres contra o treinador. Pedidos para que o comandante seja demitido são cada vez mais frequentes nas redes sociais e nem mesmo a classificação para as oitavas de final da Copa Libertadores da América e a vitória sobre o Corinthians em Itaquera, pela Copa do Brasil, foram capazes de acalmar os Rubro-Negros.

Quer ver jogos ao vivo ou quando quiser? Acesse o DAZN e teste o serviço por um mês grátis! 

O início irregular no Campeonato Brasileiro, mas principalmente a derrota para o Atlético-MG, com um jogador a mais durante boa parte do jogo, foram a gota d'água. Além dos muros pichados, os torcedores se organizam para fazer um protesto no centro de treinamento da equipe. Todo esse movimento é visto por alguns membros da diretoria com um viés político, mas a verdade é que, de fato, Abel não goza de prestígio com a torcida. 

O treinador ficou marcado pela perda do título da Copa do Brasil para o Santo André, em 2004, num Maracanã lotado e, claro, pelo seu passado tricolor. Em dezembro, quando foi anunciado como comandante do Flamengo, a reação da torcida já mostrara as dificuldades que teria por conta da grande rejeição. No entanto, as declarações e a pouca vontade de agradar o torcedor deixaram a convivência ainda mais complicada. 

Depois da derrota para o Internacional, no Beira-Rio, o treinador fez questão de elogiar o estádio afirmando ser o mais bonito, em detrimento, inclusive, do Maracanã, arrendado pelo Flamengo pouco tempo antes. Esta semana, em entrevista à Rádio Gaúcha, cutucou os Rubro-Negros que ficaram chateados com a declaração do comandante. 

"Eu acho o Beira-Rio lindo. Isso ninguém vai mudar na minha cabeça. Podem ficar p*, podem ficar chateados, podem espernear, podem ter ciúmes, é o que eu acho e ninguém vai me fazer mudar de opinião. O que eu falo, eu assumo. Eu não faço média com ninguém". 

No entanto, não foram apenas os torcedores que ficaram chateados com as declarações do comandante. Alguns membros da diretoria também não aprovaram o discurso do treinador e chamaram a atenção do comandante, mas ao que parece não surtiu muito efeito. As análises de que ser derrotado no Beira-Rio e no Independência é algo normal também não foram bem digeridas pelos flamenguistas que encheram as redes com públicações contra o treinador.

Abel Braga não vive numa bolha e sabe muito bem o quanto e como suas declarações repercutem. Um treinador como ele conhece bem o futebol e o comportamento do torcedor, mas desta vez parece ignorar a repercussão de suas entrevistas deixando a torcida ainda mais indignada. Desta forma, nem mesmo a classificação para as oitavas da Libertadores e a boa vitória sobre o Corinthians, além do título do Campeonato Carioca, são capazes de apagar o fogo que às vezes ele mesmo cria. 

Fechar