San Siro Inter Milan 14 03 2019

Giuseppe Meazza para a Inter, San Siro para o Milan: verdade ou mito?

A história é antiga e atraente: quando a Internazionale manda seus jogos no estádio, se transforma em Giuseppe Meazza; mas quando o mando é do Milan, muda para San Siro. Muita gente ainda acredita nesta lenda, propagada há décadas fora da Itália. Só que a verdade é bem menos emocionante do que o mito do estádio que muda de nome conforme um de seus mandantes na cidade de Milão.

“Giuseppe Meazza é o nome original do estádio, San Siro é a área onde o estádio fica localizado. O nome não muda entre os jogos de Inter ou Milan, pode ser chamado de ambas as formas. Mas a denominação mais usada é San Siro, e não Meazza”, explica Claudio D’Amato, da GOAL Itália.

Por que San Siro?

Mais artigos abaixo
San Siro map

Em 1925, Piero Pirelli, presidente do Milan, lançou a pedra fundamental na construção do estádio de San Siro e sua inauguração ocorreu somente no ano seguinte. A primeira partida foi um derby vencido por 6 a 2 pela Inter, que ainda não era mandante no estádio. Os Nerazzurri jogavam na Arena Civica, anos depois rebatizada em homenagem ao jornalista Gianni Brera.

  • Saiba como baixar o Betano App no celular para apostar

Foi apenas em 1947 que os clubes passaram a dividir o campo. Naquela época, Giuseppe Meazza estava em seu penúltimo ano de carreira profissional. Somente no início da década de 1980, após a morte de Meazza, que o local foi rebatizado em homenagem ao ídolo italiano.

San Siro Stadium Serie a

O nome de San Siro, tradicionalmente enraizado para torcedores de ambos os times, é usado simplesmente por causa do bairro onde o estádio é situado. É um caso parecido, no Brasil, a estádios como o Maracanã (batizado como Mário Filho, mas popularmente chamado pelo nome do bairro), Pacaembu (oficialmente Paulo Machado de Carvalho) ou Morumbi (Cícero Pompeu de Toledo).

Quem foi Giuseppe Meazza?

Giuseppe Meazza

Atacante letal para adversários, que ao longo de sua carreira foi recuado para a posição de meia direita, Giuseppe Meazza nasceu em Milão e foi bicampeão da Copa do Mundo da FIFA em 1934 e 1938. Defendeu um total de cinco clubes, mas não há dúvidas de que foi mais identificado com a Internazionale.

Pelo clube, que na época chegou a ser chamado como Ambrosiana por imposição do governo fascista de Benito Mussolini, ganhou duas vezes a Seria A (1930 e 1938) e uma Coppa Italia (1939). Teve duas passagens pela Inter: de 1927 a 1940 e 1946 a 1948. Vestiu a camisa do Milan de 1940 a 1942 e também teve passagens por Juventus, Varese e Atalanta.

Independentemente da identificação mais forte com a Internazionale, Meazza é um ídolo de todos os italianos. Um imortal do Calcio.

Publicidade