Fora de campo, Flamengo terá mês de dezembro decisivo por permanências

Diretoria se movimenta para resolver questões contratuais de Diego Alves, Pedro e Pedro Rocha

Enquanto Rogério Ceni tenta ajustar o Flamengo para o importante confronto contra o Racing, na próxima terça-feira (1), pela Copa Libertadores da América, fora de campo, a diretoria Rubro-Negra terá mês decisivo pela frente em três situações importantes: Pedro, Pedro Rocha e Diego Alves. 

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

O trio terá seus contratos encerrados com o Flamengo no dia 31 de dezembro e os dirigentes buscam soluções para não perder os jogadores. No caso do atacante Pedro, o clube carioca precisa exercer a opção de compra junto à Fiorentina. 

O valor estipulado em contrato com os italianos gira em torno dos Є 14 milhões de euros. O Flamengo, no entanto, tenta renegociar os valores das parcelas, que estão estabelecidas em seis parcelas semestrais de Є 2,33 milhões de euros. A Viola se mostra irredutível e a novela promete se arrastar um pouco mais. 

Se o Flamengo enxerga o investimento em Pedro como importantíssimo, não tem dado o mesmo status ao goleiro Diego Alves. Apesar de Rogério Ceni confiar muito no arqueiro, a diretoria tem a renovação do jogador travada por questões financeiras. 

Depois do departamento de futebol fazer uma oferta ao goleiro e ele aceitar, o setor financeiro, com aval do presidente Landim vetou os valores oferecidos ao jogador, que tem contrato até o dia 31 de dezemnbro e ainda não faz ideia do que será de seu futuro. 

A prioridade de Diego Alves é o Flamengo, mas o staff do atleta já está cansado de esperar por uma definição. A expectativa é de que tudo se resolva após o confronto contra o Racing, próxima semana. 

Mais artigos abaixo
Rogério Ceni Diego Alves Flamengo São Paulo Copa do Brasil 11 11 2020
(Alexandre Vidal / Flamengo / Divulgação)

Outra situação para ser resolvida pelo Flamengo em janeiro é a do empréstimo de Pedro Rocha. O atacante também terá seu contrato encerrado no dia 31 de dezembro e o Rubro-Negro tenta estender o vínculo por pelo menos mais seis meses. A ideia é ter o jogador à disposição ao menos até o final da temporada no Brasil, que acaba no final de fevereiro. 

No caso de Thiago Maia, o Flamengo pode ficar um pouco mais tranquilo, o empréstimo do jogador termina apenas em junho de 2021. Ele ainda passará por uma cirurgia no joelho e o tempo de recuperação pode levar até sete meses. Apesar disso, a diretoria espera poder exercer o direito de compra no final do víncul

Fechar