As datas da janela de transferências no Brasil

fifa logoGetty Images

Assim como no futebol europeu, a CBF atendeu ao requerimento da Fifa e criou uma janela de transferências para a modalidade no país. Ou seja, da mesma forma que o registro de atletas vindos de fora do Brasil deveria respeitar dois períodos de tempo definidos, o mercado nacional também está incluso na mesma regra a partir deste ano.

Sob as mesmas condições, os jogadores transferidos entre clubes brasileiros deverá ser registrado apenas em dois semestres definidos pela janela: de 19 de janeiro a 12 de abril; e de 18 de julho a 15 de agosto, datas válidas para equipes das Séries A e B do Brasileirão, com previsão para englobar as divisões restantes em 2023.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

As datas voltam próximas ao período habitual depois de alterações ocorridas em 2020 e 2021 por causa da pandemia de covid-19. A federação reservou duas janelas para o Brasil em 2022, como citado, enquanto a primeira possui 12 semanas e a segunda quatro, conforme estabelece o regulamento da entidade para negociações internacionais

A primeira janela, maior, volta a ser aberta mais no início da temporada, como sempre foi. Em 2021, ela foi atrasada para 1º de março a 23 de maio, já que a temporada 2020 só acabou no terceiro mês do ano seguinte.

A segunda janela, entretanto, manteve uma pequena alteração, a pedido da confederação brasileira para estar mais próxima do calendário europeu. Até 2019, pré-covid, ela ocorria entre 1º e 30 de julho, mas desta vez começa em meados de julho e avança por agosto.