Violência marca noite da eliminação do Santos no Pacaembu

Comentários()
NELSON ALMEIDA/AFP/Getty
Antes mesmo dos 45 minutos, o juiz encerrou o embate por falta de condições de segurança após revolta dos torcedores

Infelizmente era algo até certo ponto já esperado, pela forma como a Conmebol puniu o Santos no ‘Caso Sánchez’ – que fez o Peixe entrar em campo derrotado por 3 a 0 apesar de ter empatado sem gols o jogo de ida das oitavas de final da Libertadores, na Argentina.

O jogo entre Santos e Independiente sequer chegou no final. O empate sem gols persistiu até a parte final do segundo tempo, quando a torcida do Santos lançou bombas ao campo e tentou invadir o gramado do Pacaembú. Temendo o pior, o árbitro chileno Julio Bascuñán encerrou o encontro previamente.

Após o apito final, torcedores invadiram o campo e foram imobilizados pela Polícia Militar. O treinador santista, Cuca, tentou até evitar a truculência entre torcida e policiais. Desta forma, com pouco futebol e muita polêmica, o Santos foi eliminado. O Independiente avança para as quartas de final.

Fechar