Quem é Florentino? Saiba mais sobre o prodígio meio-campista português

Florentino Luis Benfica
Getty Images
O jogador de 20 anos chegou ao time principal do Benfica em março e já é um prodígio para chegar a algum gigante europeu

Nem todos os jovens jogadores se destacam com suas habilidades e gols. Florentino, o meio-campista defensivo de 20 anos, que chegou ao Benfica em março, contribuindo para a conquista de mais um título, jogava como lateral-direito quando foi visto pela primeira vez pelos Eagles há 10 anos.

“Para mim, o que mais se destacou foi a sua maturidade”, conta Gonçalo Bexiga, antigo oficial de recrutamento do Benfica, à Goal . “Ele jogou como um adulto, sua consciência do espaço, seu posicionamento, o jeito que ele recuperou tantas bolas. Sua consciência espacial era fantástica, sua percepção do jogo era muito incomum para um menino de 10 anos, não é fácil encontrar esse tipo de características em um menino dessa idade”.

Depois de assisti-lo por mais algumas partidas, o jovem português acabou jogando contra o Benfica. 

“Quando ele jogou contra nós eu estava assistindo outro jogo, mas disse ao coordenador técnico, Rodrigo Magalhães, que nós tínhamos tido um bom feedback sobre o garoto e que eu gostava dele, então pedi a ele se poderia checar e me dizer se vale a pena fazer uma proposta", diz Bexiga.

“No meio do primeiro tempo, depois de ter assistido apenas um pouquinho, ele me ligou e disse: 'Isso é para ontem, Gonçalo', então saí imediatamente do jogo que estava assistindo, e disse a ele para segurar o pai de Florentino porque queria falar com ele e, imediatamente, fizemos a negociação e Florentino se juntou à nós”.

Ao trazer outro jovem talentoso para uma academia dedicada à produção de futebolistas de primeira equipe, o trabalho de Bexiga estava terminado.

João Tralhao é um dos treinadores que ajudou Florentino a atingir seu potencial.

"Conheci Florentino quando era um jovem jogador, quando se juntou ao Benfica", diz Tralhao. “Ele era um profissional muito bom como jogador, mas muito tímido como pessoa, não gostava muito de socializar, era muito calmo.”

Tralhao era responsável pelos Sub-19 do Benfica, por isso não conseguiu pôr Florentino imediatamente no elenco principal, mas rapidamente percebeu como tinha melhorado.

"Ele mudou muito, de uma maneira positiva", afirma. “Eu acho que do sub-12 ao sub-19 foi uma incrível curva de aprendizado para ele, porque o potencial estava lá, ele era um jogador de nível top, top player quando se fala sobre potencial, e ele cresceu muito.”

Os atributos defensivos de Florentino, destacados pelo Bexiga, foram construídos à medida que ele progrediu nas etapas, com os treinadores trabalhando em outras áreas do seu jogo.

PS Florentino

"Ele foi muito rápido em aprender, tinha uma capacidade muito boa para entender o trabalho coletivo, como você pode ver agora como um jogador sênior, ele sempre entendeu como poderia ser um jogador de equipe", acrescenta Tralhao. “O primeiro trabalho foi fácil com ele, porque ele entendeu muito rapidamente. Tiveram algumas coisas para melhorar, como atacar, construir ataques, estar mais focado em princípios ofensivos.”

Resgatar talentos como João Felix e Jota, que se juntaram ao primeiro time, assim como Ze Gomes, que também esteve envolvido em uma equipe sub-19 que chegou à final da UEFA Youth League 2017. E com tanto talento na equipe, a perspicácia defensiva de Florentino era vital.

“Florentino foi um dos jogadores mais importantes naquela temporada”, diz Tralhao. “Ele foi muito importante para o nosso time, éramos um time muito ofensivo, jogamos com apenas dois meio-campistas, Florentino e Gedson, e os quatro primeiros foram apenas jogadores ofensivos como Jota, Felix e Zé Gomes, porque quando digo que Florentino foi muito importante nessa temporada, é porque ele pode permitir que jogadores como Felix e os outros sejam criativos. Para ser ofensivo, Florentino estava sempre defendendo e protegendo suas costas”.

“Defensivamente, ele é um jogador de primeira classe, ele entende muito bem o jogo, entende como as posições devem ser, entende como os timings devem ser para interceptar a bola, e sempre foi muito, muito, muito bom no contato, em duelos, então o foco principal para trabalhar com ele foram os princípios ofensivos”.

Esse treinamento permitiu-lhe entrar na primeira equipe em março, tendo iniciado a campanha com a equipe B do Benfica. Em uma corrida pelo título que chegou até o final e foi decidido por apenas dois pontos, Florentino começou os últimos sete jogos da temporada.

Felix pode até ser "um gênio", de acordo com Bexiga, que ganhou uma grande transferência neste mercado, mas haveria poucas surpresas no Estádio da Luz se Florentino seguisse seus passos num futuro próximo.

Ele deve assinar um novo contrato com o Benfica nos próximos dias para que sua cláusula de liberação aumente para 100 milhões de euros (cerca de R$ 438 milhões) em meio a interesses do Manchester City e Paris Saint-Germain, mas é improvável que demore até que um clube esteja disposto a pagar essa taxa.

“Honestamente, acredito que ele não passará tantos anos escondido em Portugal, diz Tralhao. “Porque o conheço muito bem, acho que os principais clubes da Europa são atraídos por este tipo de jogador e eles irão a Lisboa para buscá-lo. Florentino é o tipo de jogador que todos os grandes clubes querem ter nos seus times, porque ele ainda é muito jovem, mas é um jogador muito talentoso e em uma posição que às vezes não é fácil de encontrar”.

“Não é fácil encontrar alguém como ele na Europa, até mesmo no mundo. Um jogador que pode defender qualquer um é excelente, sua percepção de seu papel defensivo é incrível, absolutamente incrível, sua percepção do posicionamento, o timing é completamente excepcional, que pode jogar no ataque, pode construir, ele pode fazer tudo o treinador quiser”.

Fechar