Notícias Placares ao vivo
Paris Saint Germain

"PSG me ofereceu a vaga de reserva, mas estou em busca de emoção", diz Buffon

11:37 BRT 16/06/2019
2019_4_2_buffon
Goleiro italiano explica por que não quis prolongar o seu vínculo no Parc des Princes e se diz "em busca de emoções" na carreira

Gigi Buffon deixa o PSG ao final do seu contrato em 30 de junho. O veterano goleiro italiano aproveitou uma entrevista ao Corriere Dello Sport para explicar, finalmente, as razões de sua saída:

Quer ver jogos ao vivo ou quando quiser? Acesse o DAZN e teste grátis o serviço por um mês!

"O PSG já havia me anunciado, cinco meses atrás, que eu seria o segundo goleiro na próxima temporada e, desde janeiro, eu tive bastante tempo para pensar sobre isso e cheguei à conclusão de que não era para mim. Então eu desisti de muito dinheiro e uma opção de um ano", afirmou.

"O pedido deles era absolutamente legítimo, compreensível e atraente. No entanto, aos 41 anos, tenho essa necessidade quase fisiológica de sentir sensações. As emoções se traduzem em energia, sonhos, a sensação de fazer parte de algo", acrescentou Buffon, que afirma ter recebido "boas propostas" desde o anúncio de sua partida.

Gigi Buffon também evocou o caso Adrien Rabiot, que ainda não renovou com o Paris depois de uma longa série e que deveria deixar o clube também depois de ser afastado do primeiro time. Rabiot, cobiçado por clubes italianos, é muito apreciado pelo ex-jogador da Juve:

"É uma mistura fantástica, tem a força física do Pogba, é um verdadeiro guarda-roupa, tem personalidade no jogo como Vidal e potencialmente o dinamismo e a capacidade de projeção do Marchisio. É incrível, extremamente forte, ele precisa melhorar seu tempo quando se aproxima do campo adversário, mas ele pode se tornar um jogador com 10 gols por temporada no Campeonato. Ele também é um bom menino e um ótimo companheiro de equipe. não sei realmente o que as tempestades de mídia de que era o objeto", elogiou.