Notícias Placares ao vivo
São Paulo

Por que Bruno Rodrigues não é usado por Crespo no São Paulo?

14:10 BRT 13/05/2021
Bruno Rodrigues com a camisa do São Paulo - 17 02 2021
Primeira contratação de 2021, atacante é retirado da lista do Paulistão em trocas para o mata-mata e perde lugar para Paulinho Bóia

Por que Bruno Rodrigues não é usado por Hernán Crespo no São Paulo? A pergunta é feita por parte dos torcedores nas redes sociais, depois de o atacante sair da lista de inscritos do Tricolor para o mata-mata do Paulistão. Ele perdeu lugar para Paulinho Bóia nas quatro trocas feitas para as quartas de final. Além dele, Hernán Crespo substituiu Thiago Couto por Shaylon, e preencheu as vagas de Tchê Tchê (emprestado ao Atlético-MG) e Toró (emprestado ao Sport) com Orejuela e William.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

A reportagem da Goal foi atrás da resposta e ouviu a mesma justificativa de três pessoas diferentes do São Paulo: opção técnica. Nos bastidores, um dos motivos citados é que a comissão técnica vê Bruno Rodrigues segurar a bola demais em alguns momentos. Mas não há relato de problema no grupo ou qualquer tipo de problema fora de campo.

Bruno Rodrigues, inclusive, é descrito como ótimo atleta. Igualmente em comportamento e relacionamento. Há quem tenha esperança de que ele possa crescer nos treinamentos com Crespo para virar opção na Libertadores, competição na qual segue inscrito, e também quem veja como difícil uma reviravolta.

Isso porque Bruno Rodrigues ficou no banco o tempo inteiro no empate por 1 a 1 com o Rentistas, quarta-feira, no Uruguai, pela Libertadores. Crespo escalou um time praticamente só de reservas, com exceção de Bruno Alves, e tinha vários garotos criados em Cotia no banco, além do próprio Bruno Rodrigues. O técnico fez quatro substituições: acionou Galeano, Shaylon, Paulinho Bóia e Hernanes, mas não usou o jogador.

No total, Bruno Rodrigues participou de cinco jogos, sempre como reserva e saindo do banco. As cinco atuações somadas não chegam a 90 minutos. Primeira contratação para 2021, o atleta de 24 anos está emprestado até dezembro ao São Paulo com opção de compra.