No Flamengo, diretoria troca cobranças por apoio e deposita confiança no elenco campeão

Comentários()
Bruno Henrique Vitinho Flamengo Coritiba Brasileirão 21 11 2020
Alexandre Vidal / Flamengo
Dirigentes tentam estancar pressão externa, protegem os jogadores e esperam resposta em semana decisiva

Há um ano, o Flamengo vivia um dos maiores momentos de sua história. Campeão da Copa Libertadores da América em uma virada impressionante sobre o River Plate, o time carioca comemorava também o título brasileiro. Hoje, no mesmo dia em que a torcida fazia uma festa incrível no centro da cidade, o Rubro-Negro luta para reencontrar o caminho que o levou até Lima. 

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

Em campo, há pouco do Flamengo que impressionou o futebol sul-americano, mas uma luz de esperança após a vitória sobre o Coritiba, a primeira sob o comando do técnico Rogério Ceni. 

Se na semana passada, a cobrança dos torcedores ficou mais intensa, saindo das redes sociais, passando pelo aeroporto para tentar receber a equipe, após a eliminação para o São Paulo, até uma reunião de representantes de torcidas organizadas com Marcos Braz e Bruno Spindel, a diretoria optou por respeito e apoio. 

Há um entendimento dentro do clube que não se pode cobrar de maneira mais ríspida e é preciso dar crédito a um time que foi campeão de quase tudo em 2019. Além disso, é constantemente levado em considerado pela departamento de futebol as lesões e o surto de Covid-19 que atingiu o clube nos últimos meses. Em média, o Flamengo teve cerca de 7 desfalques por jogo nos últimos dois meses. 

Diante deste cenário, Braz e Spindel vetaram antes da viagem para a Argentina um encontro solicitado por membros das organizadas junto ao elenco. Eles, inclusive, pediram apoio ao time e reforçaram o comprometimento de todos, apesar dos recentes resulados ruins. 

Tudo isso com foco nos jogos importantes contra o Coritiba e os dois confrontos contra o Racing, que vão ditar de vez o rumo do Flamengo na temporada. O primeiro, foi concluído com sucesso e trouxe uma sensação de alívio. O segundo, começa nesta terça-feira (24) e terá foco exclusivo, uma vez que a partida contra o Grêmio, pelo Campeonato Brasileiro, foi adiada e ainda não tem nova data. 

O Flamengo terá então uma semana livre entre os jogos contra o Racing, algo comemorado internamente e visto como uma oportunidade de apresentar evolução, principalmente na parte física. 

PREPARAÇÃO FÍSICA E DM

Mais artigos abaixo

Se não há cobranças ao elenco, o mesmo não podemos dizer sobre a preparação física e o departamento médico. O tom ainda é mais atenuado, no entanto, há uma insatisfação com os resultados apresentados. Por outro lado, existe um entendimento que, por conta da reformulação nos setores, o processo tende a ser mais lento. 

O Flamengo entra em campo nesta terça-feira (24), às 21h30, diante do Racing, pelo primeiro jogo das oitavas de final da Copa Libertadores da América. 

Fechar