Notícias Placares ao vivo
Ligue 1

Neymar só não decidiu mais do que Mbappé na conquista do PSG na Ligue 1

13:49 BRT 21/04/2019
Neymar Kylian Mbappe PSG Paris Saint-Germain 2018-19
O brasileiro disputou menos da metade dos jogos, mas participou diretamente em 20% dos gols na caminhada do título

O Paris Saint-Germain garantiu matematicamente o bicampeonato francês neste domingo (21). A conquista teve um roteiro frustrante pelo anticlímax da conquista: a equipe treinada por Thomas Tuchel teve a chance de conquistar o título nas últimas três rodadas, mas empatou e sofreu duas derrotas – incluindo uma goleada por 5 a 1 para o Lille. A Ligue 1 2018-19 foi garantida sem que os parisienses precisassem entrar em campo, com o empate sem gols entre Lille e Toulouse na 33ª rodada.

Assim como aconteceu na conquista do ano passado, Neymar não teve grande participação no título por causa de uma lesão sofrida em janeiro. O brasileiro voltou a treinar nesta semana e fez seu retorno também neste domingo, na vitória por 3 a 1 sobre o Monaco. Novamente, inclusive, foi Mbappé quem brilhou, com três gols. Apesar disso, o camisa 10 também teve participação decisiva na campanha do título.

Levando em consideração gols e assistências, Neymar só não foi mais decisivo do que Kylian Mbappé. O jovem francês fez 30 gols e deu sete assistências (39% do todo de 95 tentos feitos até agora). Neymar teve participação direta em 19 gols de sua equipe, 20% do total – assim como Di María, que somou nove gols e 10 passes.

Somente Mbappé participou de mais gols do que Neymar nesta Ligue 1 (Foto: Getty Images)

Neymar também não esteve em campo em nenhuma das três derrotas sofridas pelo PSG até a 32ª rodada, mas participou de menos da metade das partidas na campanha até o título ser matematicamente garantido: 14 de 33 duelos.

Neste domingo (21), Neymar comemorou mais um título francês, mas a verdade é que o mais importante para vibrar foi o retorno aos gramados, já pensando na Copa América e na Champions League 2019-20.


Participação de Neymar no título francês

(Foto: Getty Images)
  • Neymar entrou em campo em menos da metade da conquista: 42% dos jogos (14 de 33).
  • Esteve em campo em 13 das 27 vitórias (48%)
  • Não esteve em campo em nenhuma das três derrotas da campanha
  • Participou diretamente de 20% dos gols marcados até a oficialização do título (19 dos 95)
  • Fez  13% dos gols da campanha: 13 de 95.