Na corda bamba após derrota, Odair confia em permanência no Inter

Comentários()
Marcelo Hernández/Getty
Nesta quarta-feira (09), o Colorado foi derrotado por 1 a 0 para o CSA, em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro

Odair Hellmann vive o seu momento mais delicado desde que virou treinador do Internacional, em 2017. Nesta quarta-feira (09), a situação do treinador ficou por um fio depois de uma derrota por 1 a 0 para o CSA, em Alagoas.

Acompanhe o melhor do futebol ao vivo ou quando quiser: assine o DAZN e ganhe um mês grátis para experimentar

Jonathan Gómez, de pênalti, garantiu o triunfo dos alagoanos, que conseguiu deixar a zona de rebaixamento com o resultado – empurrando o Ceará. O Inter segue em sexto, com 38 pontos, mas enfrenta uma sequência de quatro jogos sem vitórias (2 empates e 2 derrotas). Aliado às eliminações recentes na Libertadores e ao vice na Copa do Brasil, o descontentamento de parte da torcida em relação a Odair aumentou e o vice de futebol do clube, Roberto Melo, não garantiu a permanência do comandante.

“É constante avaliação e vamos continuar sob constante avaliação. Nesse momento nós não podemos garantir nada”, disse o dirigente.

Após o jogo, Odair reconheceu a situação ruim e comentou a pressão pela falta de resultados: “A pressão é normal num clube do tamanho do Internacional, principalmente neste momento e por estes últimos quatro jogos em que não conseguimos a vitória. Precisamos entender e respeitar este momento de não vitória”, disse.

“A gente precisa entender que isso faz parte. As cobranças não fazem parte só externamente, fazem também internamente”.

Mais artigos abaixo

Perguntado sobre sua situação no clube, e informado sobre as palavras de Roberto Melo, Odair se manteve firme: “Eu vou trabalhar amanhã como eu trabalhei no meu primeiro dia (...) Futebol é resultado, realmente. O resultado sempre vai balizar”.

O Internacional volta a campo neste domingo (13), contra o Santos, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Fechar