Liverpool precisa mostrar "cabeça forte" em momento mais decisivo da temporada

Comentários()
Virgil van Dijk Roberto Firmino Sadio Mane Jordan Henderson Liverpool Barcelona Champions League 2019
JOSE JORDAN
Reds vivem decisão na semifinal do UEFA Champions League, diante do Barcelona, em Anfield, e ainda têm chances de vencer o Inglês após 19 anos

O Liverpool chegou ao fim da temporada com a chance de vencer dois importantes títulos: Premier League e UEFA Champions League. No entanto, se vê em situação complicada em ambos.

Na semifinal do torneio continental, a equipe precisa vencer o Barcelona por 3 a 0 para levar o duelo para a prorrogação nesta terça-feira (7). Se quiser se classificar direto para a decisão, terá de vencer por quatro ou mais gols.

No Campeonato Inglês, o time necessita de um triunfo sobre o Wolverhampton, na última rodada, no Anfield, além de um tropeço do Manchester City contra o Brighton, fora de casa, para levar a taça que não vence desde 1990.

Os comandados de Jürgen Klopp chegam ao fim de temporada que prometia muitos resultados positivos com a chance de não faturar nem um título sequer.

A equipe, agora, precisa juntar os cacos para conquistar ambos os torneios. O pior é que não terá Mohamed Salah e nem Roberto Firmino.

Com uma concussão, o egípcio irá desfalcar o time justo no momento mais crítico do ano. Até aqui na temporada, ele participou de todas as 37 rodadas da Premier League e dos 11 jogos disputados na Champions. A sequência de Salah é tão impressionante que nos últimos quatro meses ele só não ficou em campo por todos os 90 minutos em duas ocasiões: no empate por 0 a 0 contra o Manchester United (79 minutos) e no jogo do último fim de semana, contra o Newcastle, quando ficou 73 minutos em campo até se lesionar.

Mais artigos abaixo

O brasileiro Roberto Firmino também tem sequência impressionante. Das 37 rodadas da Premier League até agora, o atacante disputou 34 delas. Na Champions League, jogou todas as partidas, até a última contra o Barcelona, quando entrou no sacrifício nos minutos finais.

Firmino e Salah marcaram 42 dos 107 gols do Liverpool na temporada, o que corresponde a 39,2% dos gols do elenco em 2018/2019. O brasileiro balançou as redes em 16 oportunidades, enquanto o egípcio deixou a sua marca 26 vezes. A dupla ainda soma 17 assistências em partidas da Premier League e da Champions League.

Para o lugar deles, o técnico Jurgen Klopp estuda utilizar Georgino Wijnaldum, Daniel Sturridge, Xheridan Shaqiri ou Divock Origi. Todos tiveram bons momentos na temporada e os dois últimos brilharam no fim de semana contra o Newcastle, mas o entrosamento e a continuidade da dupla Firmino e Salah não terá como ser substituída.

Fechar