Neymar deve ser liberado pelo Paris Saint-Germain e não enfrenta time de Ganso no final de semana

Comentários()
Getty Images
Ex-companheiros de Santos não se enfrentam neste sábado (20) após atacante ser liberado de duelo contra o Amiens, pela Ligue 1

O grande reencontro de Neymar Jr. e Paulo Henrique Ganso aconteceria neste sábado (20), com o duelo marcado entre Paris Saint-Germain e Amiens pela décima rodada da Ligue 1. Porém, segundo confirmaram os portais Globo Esporte e UOL e o diário Le Parisien, o clube de Paris decidiu liberar seu camisa 10 para tirar alguns dias de descanso após os amistosos de outubro pela Seleção Brasileira, na Arábia Saudita.

A expectativa do duelo era grande para os brasileiros - em especial aos torcedores do Santos, que viram a dupla liderar o clube no início da década. Mas se, na época, os dois eram considerados parte do futuro do futebol nacional, hoje a situação de ambos é bem diferente. Neymar é considerado o jogador mais caro do mundo, enquanto Ganso foi emprestado do Sevilla ao Amiens após não conseguiu se firmar na Espanha.

GFX ney e ganso

Apesar da distância e do longo tempo que estão separados desde que deixaram o Peixe, os dois são grandes amigos. Neymar foi o padrinho de casamento de Ganso, que se casou com a nutricionista Giovana Costi, em 2013, quando ainda defendia o São Paulo.

Neymar e Ganso conquistaram juntos pelo Santos um título da Copa do Brasil em 2010, uma Libertadores em 2011, uma Recopa em 2012 (Ganso participou do primeiro jogo, no Chile, e se transferiu ao São Paulo antes da partida no Pacaembu), além de três títulos paulistas: 2010, 2011 e 2012.

Ganso chegou à equipe de Sevilla em 2016, como aposta para dar o próximo passo em sua carreira. Teve algumas atuações de destaque, mas suas frequentes lesões o deixaram afastado da equipe por muito mais tempo que o esperado.

Neymar e Ganso - Santos 2011
(Foto: Getty)

Em meados de abril, chegou a ser especulado que o meia poderia se transferir para alguma equipe brasileira, inclusive para o próprio Santos. Ganso, na época, estava sem atuar desde dezembro de 2017.

Neymar, em contrapartida, teve muito reconhecimento dentro do Barcelona. Ele chegou em 2013 no clube catalão, e ajudou a equipe a vencer uma taça Champions League, duas La Liga, duas Supercopas da Espanha, três Copa do Rei, uma Supercopa da Uefa e um Mundial de Clubes.

Foi vendido ao Paris Saint-Germain na metade de 2017, por um recorde de 222 milhões de euros (cerca de R$ 950 milhões). Hoje, o craque é considerado um dos principais jogadores da equipe parisiense, e foi recentemente nomeado o novo capitão da Seleção Brasileira.

Neymar ficará em Portugal durante o final de semana, prestigiando o campeonato de surf em que Gabriel Medina está competindo, e não assistirá a partida entre PSG x Amiens pessoalmente.

Próximo artigo:
Neymar e Mbappé são as novas personalidades a visitarem polêmico churrasqueiro
Próximo artigo:
"Nunca vi Guardiola ou Klopp fazendo isso", dispara Lampard contra Bielsa após uso de espiões nos treinos rivais
Próximo artigo:
Morata é a primeira opção do Barcelona
Próximo artigo:
De Jong elogia o Barcelona mas nega acerto: "Minha carreira não é passeio"
Próximo artigo:
Real Madrid está disposto a pagar a multa rescisória de 50 milhões de euros por Militão
Fechar