Respeito ou rivalidade: como era o Real Madrid com Cristiano Ronaldo e Higuaín?

Comentários()
Getty Images
A carreira dos dois craques teve maior êxito quando estavam separados do que quando estiveram juntos nos Blancos

“Quando Cristiano chegou, a Juventus me dispensou” disse Gonzalo Higuaín.

O jogador argentino, que já havia dividido o mesmo vestiário com Cristiano Ronaldo no Real Madrid, relatou que foi mandado embora de Turim contra sua vontade.

Enquanto é criticado por torcedores argentinos por sua baixa performance com a seleção, Higuaín conquistou o carinho e o respeito da torcida merengue. Principalmente entre os próprios jogadores.

Já faz cinco anos desde que Pipita deixou Santiago Bernabéu e, desde então, muitos rumores foram ditos sobre a relação do argentino com Cristiano Ronaldo. Muitos acreditavam que não era muito boa, e que teria sido um dos motivos pelos quais Higuaín decidiu deixar o clube madrilenho. Mas isso não é verdade - ou, ao menos, não foi o único motivo que o levou a trocar o Real pelo Napoli.

Cristiano Ronaldo, Gonzalo Higuain composite

Na época, o português já era líder consumado do time, enquanto Higuaín foi sendo esquecido aos poucos, por estar se tratando de uma grave lesão que o levou a passar por uma cirurgia. A linha de ataque foi então formada por Cristiano e Karim Benzema, e, mesmo que o então técnico José Mourinho não tivesse se contentado em ter que optar por escalar o francês, acabou fazendo uma escolha acertada.

Benzema era o preferido de Florentino Pérez, que bancou sua contratação, e também passou a ser o colega com quem Cristiano Ronaldo tinha maior afinidade. A química da dupla deu certo em campo. Mesmo que Higuaín tivesse mais fome de gols que o francês, era nítido como o nível do ataque havia mudado.

Pipita deixou o clube merengue com um legado e com grande respeito de todos. Inclusive de Cristiano, que acabou formando um bom trio de ataque com Benzema e Bale. O fato é que suas carreiras acabaram obtendo mais sucesso separados do que quando estiveram juntos, no Santiago Bernabéu.

Próximo artigo:
Trauco pode trocar o Flamengo pelo Sevilla, informa jornal
Próximo artigo:
Solari não pensa em reforçar o ataque do Real Madrid: "temos um elenco maravilhoso"
Próximo artigo:
São Paulo no Mercado: Quem chega, quem sai e quais as prioridades para 2019?
Próximo artigo:
Corinthians acerta devolução de Jonathas ao Hannover
Próximo artigo:
Juventus x Milan: Horário, local, onde assistir e prováveis escalações
Fechar