Notícias Placares ao vivo
Opinião

PL Brasil: o Liverpool irá evitar um novo colapso em janeiro?

10:00 BRST 09/01/2018
Jurgen Klopp Liverpool
Volta de nomes importantes ao time pode impulsionar os Reds em momento crítico na temporada, apesar da venda de Philippe Coutinho

Por Matheus Teodoro  - Premier League Brasil


Na temporada passada, o Liverpool iniciou o ano de 2017 ocupando o segundo lugar na tabela da Premier League, seis pontos atrás do Chelsea e ainda vivo nas duas Copas locais. 

Melhor ainda, a equipe havia encerrado 2016 com uma vitória por 1 a 0 contra o Manchester City de Pep Guardiola. O otimismo para o restante da temporada tomou conta dos Reds.

No entanto, o que se viu em janeiro foi uma enorme queda de rendimento. No final do mês, o clube ocupava a quarta posição no campeonato nacional, 10 pontos atrás do líder londrino. Além disso, o time foi eliminado pelo Southampton na Copa da Liga Inglesa, e a única vitória em nove jogos veio contra o Plymouth Argyle, modesto clube da Terceira Divisão que ainda forçou um segundo jogo na FA Cup.

A má fase da equipe nesta época pode ser creditada pela perda de nomes importantes, como Sadio Mané, que foi atuar pela seleção de Senegal na Copa das Nações Africanas, e Phillipe Coutinho, Joel Matip, Nathaniel Clyne e Jordan Henderson, que se lesionaram. Com isso, o esquadrão liderado por Klopp não conseguiu lidar com a agenda agitada, vendo uma temporada promissora ir por água abaixo.

Coutinho se foi, mas Reds não podem perder a motivação (Foto: Getty)

Agora, um ano depois, a equipe se depara com um 2018 cheio de esperança e bons resultados para o restante do ano, apesar da saída do craque Philippe Coutinho para o Barcelona.

No entanto, precisa evitar o mesmo colapso em janeiro e na segunda parte da temporada, para conseguir alçar voos maiores e atingir os objetivos que o técnico alemão tem buscado e prometido desde que chegou a Anfield.

Desta vez, a maratona no primeiro mês do ano será um pouco menor do que a do ano passado, o que pode ajudar. Contando a partida contra o Burnley no primeiro dia do ano, em que os Reds venceram por 2 a 1, serão 5 jogos: Manchester City (c) dia 14, Swansea (f) dia 22, e Huddersfield (f) 30.

Sem Coutinho, mas com jogadores prestes a voltar de lesões, como Salah, Henderson e Moreno, o Liverpool tem tudo para iniciar o ano com o pé direito.

No entanto, com a contratação do holandês Virgil van Dijk, que chega para tentar suprir os problemas da defesa, um ataque inspirado e que tem encantado com belos gols em triangulações, e com peças de rotação que tem entrado e dado conta do recado como Oxlade-Chamberlain, Georginio Wijnaldum, Dominic Solanke, Adam Lallana e Joe Gomez. 

A equipe tem tudo para fazer um bom mês de janeiro, sem se distanciar das equipes na Premier League e ganhar ainda mais ritmo para fazer uma boa campanha na Copa da Inglaterra e na Champions League.