Cinco Estrelas: Na corda bamba

Comentários()
Washington Alves/Cruzeiro
"Tudo que Mano Menezes fala vira polêmica e aumenta a antipatia daqueles que o querem fora do grupo"


Por João Henrique Castro 



"Equilibrista atravessa Praça Sete em corda de aço a 69 metros de altura". Foi assim que o Estado de Minas noticiou a aventura de Thiago Guimarães Silva, praticante de highline e que atravessou de um prédio para outro na região central da capital mineira na última quarta-feira.

Não tardou muito e a repercussão da notícia na Internet fez com que alguns cruzeirenses brincassem: "Era o Mano Menezes no comando do Cruzeiro" E, de fato, a analogia faz todo sentido.

Mano Menezes Santos Cruzeiro Brasileirao Serie A 28052017
(Foto: Marcello Zambrana/Light Press/Cruzeiro)

Após a derrota no clássico no último domingo, não foram poucos os que acreditavam que o treinador celeste não retornaria ao comando do time após a folga da equipe. Na segunda-feira, o boato da demissão do treinador teve corpo e a diretoria celeste, por sua vez, demorou a se posicionar. Costumeiro sinal de que há algo estranho no ar.


Veio a reapresentação e com ela mais uma semana de trabalho de Mano Menezes. No entanto, atualmente tudo que o treinador fala vira polêmica e aumenta a antipatia daqueles que o querem fora do grupo.

NÚMEROS DO CRUZEIRO NO BRASILEIRÃO

A promessa de não sofrer três gols no próximo jogo e o tratamento dado a Lennon, indicação do próprio treinador, na coletiva de imprensa foram mais que declarações infelizes. Indicam um cenário de desgaste e pressão que incomoda a todos: Diretoria, treinador, dirigente....


Virar este momento é crucial, mas isto só será possível com uma sequência de bons resultados. A instabilidade na temporada contrasta com o que é necessário para um ambiente de trabalho tranquilo na Toca da Raposa II. E a cada novo tropeço, Mano tem ficado mais desgastado.


Não era Mano Menezes que caminhava pelos céus da Praça Sete. Mas o desafio do comandante celeste, hoje, parece ser ainda mais complicado.


VEJA TAMBÉM:


João Henrique Castro é professor, historiador e, obviamente, cruzeirense. Daqueles que sabe que nada brilha mais no céu do que as cinco estrelas que traz no peito.

Próximo artigo:
PSG x Guingamp AO VIVO e DE GRAÇA! Assista aqui com DAZN e Goal
Próximo artigo:
Palmeiras manda lista de inscritos para o Paulistão sem Moisés e com cinco vagas abertas
Próximo artigo:
Arsenal x Chelsea: Horário, local, onde assistir e prováveis escalações
Próximo artigo:
Corinthians está perto de fechar retorno de Vagner Love, diz TV
Próximo artigo:
"Não estava sabendo da situação financeira do Santos", diz Sampaoli, incomodado no cargo
Fechar