Caiu no Horto: o dilema do Atlético-MG em 2017 agora é outro

Comentários()
Bruno Cantini/Atlético-MG
Galo sempre tem algum problema no Campeonato Brasileiro, sendo que a campanha como visitante sempre era uma dor de cabeça, mas agora...

O Atlético-MG dá uma alegria atrás da outra para sua torcida nos últimos anos. Entre várias conquistas e grandes times e craques como Ronaldinho, o Galo conquistou a Copa Libertadores, a Recopa Sul-americana e a Copa do Brasil pela primeira vez em sua história. No entanto, ainda existe o sonho do bicampeonato brasileiro e o fim do jejum no torneio, que perdura desde 1971.

O Alvinegro, desde que levantou a taça mais de quatro décadas atrás, com Dadá Maravilha e Telê Santana, sempre esteve perto de reconquistar o país, mas também, sempre teve algum problema que impediu o feito.

Em 1977, o clube foi vice invicto, perdendo o título para o São Paulo nos pênaltis, mesmo sem um revés sequer na competição. Em 1980, foi prejudicado pela arbitragem de forma lamentável e ainda teve sua grande estrela, o magnífico Reinaldo, jogando no sacrifício, mas sendo decisivo.

Em 1999, o regulamento confuso prejudicou o Alvinegro na decisão com o Corinthians. Em 2009, o time caiu de rendimento de forma incrível na reta final da competição. E em 2012 e 2015, além da arbitragem novamente prejudicar o Galo, a equipe perdeu o título por não ter uma boa campanha como visitante e ser o Robin Hood da competição. O Atlético-MG era imbatível no Horto, mas somava poucos pontos fora de casa. Nos confrontos diretos, tirando os embates com o Timão dois anos atrás, ia bem, e vencia praticamente todos os grandes, mas vivia perdendo pontos preciosos contra times menos poderosos.

Fred Botafogo Atlético-MG Campeonato Brasileiro 09072017

BR 2017: OS PIORES MANDANTES


Sempre existiu um problema no caminho do Galo para o título brasileiro, e neste ano, o dilema atleticano tem sido totalmente diferente e inédito.

Em todas as vezes que passou perto da conquista nacional, o Atlético-MG foi forte em casa e deficiente fora. Neste ano, porém, o time até manteve a fama de Robin Hood do Brasileirão, mas está sendo terrível para os adversários longe de seus domínios, enquanto tem perdido pontos importantes no Horto.

Dos 20 pontos que o Galo tem no Campeonato Brasileiro, 12 foram conquistados fora de casa. São três vitórias, três empates e apenas uma derrota fora de Belo Horizonte. Com uma das quatro melhores campanhas como visitante e 57,14% de aproveitamento longe do Horto, o Atlético-MG poderia estar entre os melhores do torneio.

Fred Atletico-GO Atletico-MG Brasileirao Serie A 16072017(Fotos: Bruno Cantini/Atlético-MG)

No entanto, o Galo está longe da liderança e fora do G6 porque, ao contrário do que historicamente acontece, a campanha alvinegra em casa é muito ruim. Com apenas 38,1% de aproveitamento como mandante, o Atlético-MG tem a quinta pior campanha em casa no Brasileirão.

Já o estigma de Robin Hood continua. O time de Roger Machado venceu o São Paulo fora de casa, empatou com Palmeiras, Botafogo e Flamengo também fora e bateu o Cruzeiro no Horto. No entanto, perdeu pontos para Vitória, Sport e Ponte Preta.

Fechar