Atlético-MG consulta Carvalhal, mas não quer pagar multa milionária do técnico

HD CarvalhalGetty

O Atlético-MG segue tendo Jorge Jesus como principal alvo na busca por um técnico no mercado da bola. No entanto, já fez consulta a Carlos Carvalhal, atualmente no Braga, de Portugal. Os mineiros o colocam como segundo plano em caso de desfecho negativo com o ex-comandante do Benfica.

O problema é que o Galo não está disposto a pagar a multa rescisória imposta pelo Braga para contratar o treinador de 58 anos. O contrato do lusitano impõe o pagamento de uma multa milionária. De acordo com pessoas ligadas ao técnico, o valor é de 10 milhões de euros (R$ 63,37 milhões na cotação atual). Fontes próximas ao clube de Belo Horizonte dizem que a rescisão exige o pagamento de 2,5 milhões de euros (R$ 15,84 milhões).

Mais artigos abaixo

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

Independentemente do valor, não há desejo do Atlético-MG em desembolsá-lo para chegar a um acordo com Carvalhal. Um dos pedidos do departamento de futebol será que o técnico consiga a rescisão de seu contrato nos bastidores para chegar à Cidade do Galo.

Em que pese a breve conversa com Carlos Carvalhal, os mineiros seguem interessados em contratar outro português: Jorge Jesus. Houve uma reunião na última quarta-feira (29) para discutir a possível volta do técnico ao Brasil, onde já defendeu o Flamengo em 2019 e 2020. As partes ficaram otimistas após a primeira reunião.

Haveria uma nova conversa remota na última quinta-feira (30). No entanto, o bate-papo foi adiado para esta segunda-feira (3). Os mecenas atleticanos — Rafael Menin, Renato Salvador, Ricardo Guimarães e Rubens Menin — participarão da conversa ao lado do presidente Sérgio Batista Coelho e do diretor de futebol Rodrigo Caetano.