Nem todos no Bernabéu queriam o Barcelona fora de La Liga

Comentários()
Getty
Real Madrid bateu um time catalão em um dia cheio de bandeiras espanholas e manifestações contrárias ao referendo

No dia 1º de outubro, justamente data de um referendo para debater a independência da Catalunha, o Real Madrid enfrentou um time catalão, o Espanyol. Por isso a movimentação nas ruas foi diferente, com muitas bandeiras da Espanha em todos lugares. E isso contagiou o futebol.

Ao chegar nos arredores do Santiago Bernabéu, era possível perceber que esse clima diferente só ficava mais forte. Apareceram também cartazes com manifestações Como havia muita venda de bandeiras da Espanha, inclusive com o escudo do Real no meio, a sensação era de estar em um jogo da seleção. Ou até em uma manifestação política social, longe do esporte.

Fui contagiado por esse estado de excessão generalizado. Nunca tinha visto o Bernabéu assim, reagindo de forma quase unânime a algo distante do futebol. Nem mesmo em clássico contra o maior expoente da Catalunha, o Barcelona. Então passei a perguntar para torcedores se eles gostariam de ver o Campeonato Espanhol sem o Barcelona. Nada de política diretamente. Apenas sobre como aquele assunto afetaria o futebol.

Quase todos me disseram que não se importaria. Mas fui surpreendido por madridista que preferia ver o Barça ao lado do Real Madrid em La Liga. Depois de tantas bandeiras e tantas entrevistas, pensei que todos iam criticar o Barcelona. Mas escutar aquele tom conciliador de um torcedor do Real, de certa forma, foi una injeção de naturalidade, lógica e "fraternalismo", que eu não esperava. Menos mal que ainda resta um pouco disso, pensei. Menos mal.

 

Fechar