"Foi um pecado Neymar ter deixado o Barcelona", diz Seedorf

Neymar PSG Napoli UEFA Champions League 06112018
Francesco Pecoraro
Rival do Brasil, técnico de Camarões ainda exaltou a qualidade de Tite: "perder para a Bélgica não foi nenhum escândalo"

Neymar deixou o Barcelona na última temporada rumo ao PSG, mas a sua decisão ainda é discutida no mundo do futebol. À véspera de encarar a seleção brasileira como técnico de Camarões, Seedord lamentou a saída do atacante do clube espanhol.

"Acho que Neymar precisa jogar com jogadores melhores do que ele. Não tecnicamente, mas que já tenham feito coisas importantes, ganhado coisas, que possam falar coisas para ele, e ele respeitar", disse em entrevista ao Globoesporte.

"Ele precisa de um treinador que dê a ele o que precisa. Ele ainda é jovem, não está há tanto tempo na Europa. Seu talento é indiscutível, ele já é considerado um dos melhores do mundo. Está claro que precisa de um time que o ajude a crescer e possa tirar seu melhor. Não vai fazer isso sozinho. Foi um pecado ele deixar o Barcelona tão rápido. Mais dois anos e seria diferente, mas seu caminho agora é o PSG. Ninguém joga sozinho hoje", completou.

Tite e Neymar - Brasil - 21/03/2017
Foto: Getty Images

Seedord ainda fez questão de exaltar o trabalho de Tite frente ao Brasil e minimizou a eliminação da seleção nas quartas de final da Copa do Mundo.

"É um trabalho muito bem feito. A Bélgica, para mim, foi o melhor time da Copa. Jogando futebol, com jogadores importantes dos melhores times da Europa. Não foi nenhum escândalo perder para a Bélgica. Antes do Tite ser técnico da Seleção eu já o achava ótimo. Ele mostrou capacidade de criar um time unido, em que um joga pelo outro. É normal que nem sempre vejamos o melhor desempenho, e também há um adversário e temos de respeitar", disse.

Seedorf gfx

Mais artigos abaixo

"Mas se comparar ao Mundial de 2014, é óbvio que o Brasil deu um passo à frente muito grande. Precisa de um pouco de sorte, da boa forma de um ou outro jogador. A Alemanha voltou para casa na primeira fase. Outros times importantes nem chegaram, como Itália e Holanda", acrescentou.

Brasil e Camarões entram em campo nesta terça-feira (20), às 17h30 (de Brasília), no MK Stadium, em Londres.

 

Fechar