Notícias Placares ao vivo
Flamengo

Zé Ricardo evita falar de Muralha, mas não descarta mudanças; Diego explica momento ruim

00:40 BRT 08/06/2017
Alex Muralha San Lorenzo Flamengo Libertadores 17052017
O Flamengo chegou a três rodadas, de um total de cinco, sem vitórias no Campeonato Brasileiro após derrota para o Sport

Zé Ricardo não conseguiu esconder a decepção. O rosto do treinador do Flamengo mostrava toda a decepção de mais um resultado ruim: nas últimas três rodadas do Brasileirão, foram dois empates e esta derrota por 2 a 0 para o Sport, nesta quarta-feira (07).

O resultado em Pernambuco teve como um dos principais pontos a falha do goleiro Muralha no primeiro gol. Embora tenha se recusado a comentar sobre o jogador, Zé indicou que não descarta fazer alterações no time.

“A gente vai seguir a mesma linha. O Thiago é um grande goleiro, a gente conhece bem. Se tiver que entrar na próxima partida vai entrar normalmente. Mas a gente prefere não falar de atuações nesse momento”, disse.

(Foto: Staff Images/Flamengo)

“São avaliações que vamos fazer internamente com a comissão e os atletas. O objetivo de todos é que a gente melhore. Agora é esfriar a cabeça, é um momento delicado, mas são decisões internas (..) Dificilmente a gente vem para uma coletiva e fala de atuações individuais, prefiro falar do coletiva. Nessa linha vamos preferir reconhecer que não fizemos uma boa atuação, principalmente no segundo tempo”.


VEJA TAMBÉM:


O treinador do Flamengo também reconheceu o momento ruim no Brasileirão: “É um momento difícil para todos nós. Não era o início de Brasileiro que nós esperávamos, por isso a gente precisa fazer avaliações. Se está acontecendo alguma coisa, temos que mudar”.

Diego teve atuação apagada na Ilha do Retiro (Foto: CR Flamengo/Divulgação)

Craque do time, Diego jogou 70 minutos e também lamentou o resultado. O meia defendeu o trabalho de Zé Ricardo e preferiu dividir as responsabilidades: "É um momento de insatisfação. Quando as coisas não saem como a gente planeja, quando os resultados não são os que a gente planeja as críticas acontecem”.

“Nós, internamente, sabemos que essa responsabilidade é da equipe. O Zé tem procurado fazer o melhor dele, e tem feito, diariamente para evoluir (...) Hoje não saiu como nós planejávamos, mas a responsabilidade é nossa. É uma parcela de culpa para cada lado".