Notícias Placares ao vivo
Paris Saint Germain

Dani Alves diz que Neymar precisava sair da sombra de Messi

08:39 BRST 29/01/2018
Neymar Dani Alves PSG
Em entrevista ao site da FIFA, o lateral brasileiro também revelou conselho dado a Ney antes de assinatura com o PSG

Daniel Alves já está na história do futebol, quer você gosta ou não do jogador do Paris Saint-Germain. Quando o assunto é conquistar títulos, o baiano de Juazeiro é autoridade máxima pelo que fez com as camisas de Sevilla, Barcelona, Juventus e, agora, PSG.

Em entrevista ao site da FIFA, o lateral-direito explicou o que o levou a aceitar a proposta do Paris Saint-Germain, revelou os conselhos dados a Neymar e garantiu: o camisa 10 precisava sair da sombra de Lionel Messi no Barcelona. Sonhos de conquistas na Champions League e confiança para o Mundial de 2018, na Rússia, também estiveram em pauta. Confira!

Escolha do PSG não foi por dinheiro

(Foto: Getty Images)

“Foi o que mais me motivou quando eu tomei a decisão. Eu não gosto de ficar na minha zona de conforto. Gosto de desafios, e a chance de mudar a história do clube foi uma injeção de adrenalina para mim. Foi por isso que eu vim. E aí também tinha o fato de viver em uma grande cidade, e jogar em um time com muita ambição”.

“Sei que as pessoas podem pensar que eu vim pelo dinheiro, mas não é o caso porque eu tinha várias outras boas ofertas. Na verdade, foi o mesmo processo que tive com o Barcelona. O clube estava em um período de transição quando cheguei, e acabei fazendo parte do melhor time da história deles. Eu quero viver essa sensação de novo, mas em um lugar com menos tradição, onde você pode deixar uma grande marca dentro do que eles estão construindo. Eu quero ganhar aqui e ajudar o clube a mudar o seu destino”.

Ajudou na vinda de Neymar para Paris?

(Foto: Getty Images)

“Eu quase não  tive nenhum papel nisso, embora estivesse envolvido quando ele assinou pelo Barcelona. Eu dei tinha dado a ele alguns conselhos sobre todas as coisas boas que eu tinha vivido no clube e na cidade, mas desta vez não foi assim. Era só um caso de eu chegar aqui antes dele [risos], embora tenha tido uma hora em que ele estava indeciso sobre o que fazer. Eu só disse para ele seguir o seu coração e ser feliz. Foi o único conselho que eu dei pra ele”.

Comparações entre Neymar e Messi

(Foto: Getty Images)

“Eu acho que ele está ao lado de Messi como o jogador que mais decide no futebol mundial. Só que ele [Neymar] precisava sair um pouco da sombra dele [Messi]. Jogar com alguém tão único quanto o Leo [Messi] é a coisa mais incrível que pode acontecer com você, mas sempre existe aquela dúvida na sua cabeça, se você tem a mesma qualidade dele”.

(Foto: Getty Images)

“Eu sempre adorei jogar ao lado dele, mas ele é argentino e eu e Neymar somos brasileiros.  Cedo ou tarde teríamos que ficar um contra o outro [risos]. Acho que você tem mais chances de conquistar mais coisas individuais quando não está tão perto de um jogador como ele. Foi importante para o desenvolvimento de Neymar, e para o Brasil, que ele tenha decidido seguir o seu próprio caminho”.

Objetivo do PSG é a Champions League

(Foto: Getty Images)

“É onde a gente está mirando, é o nosso grande objetivo. Era no que o Neymar estava pensando quando deixou o Barça, e era o que eu estava pensando quando deixei a Juve. É isso que nos move, eu nos deixa animados, deixa a nossa adrenalina a mil. O mundo pertence aos corajosos. Se você não for corajoso, vai ficar sempre na sombra e não é isso o que queremos. Não tínhamos nada no Brasil, e queremos fazer alguma coisa das nossas vidas”.

“Você precisa ter mais do que grandes nomes para conquistar uma competição como a Champions League. Você pode ter grandes jogadores, mas se não tiver uma equipe não vai conseguir. Estamos prontos para competir, e se a preparação vai nos levar à vitória ou eliminação vai depender de como estamos como equipe”.

Confiança para a Copa do Mundo

(Foto: Pedro Martins / MoWA Press)

“Realmente não importa contra quem vamos jogar. Em uma competição como essa, você precisa vencer todo mundo. Se vier a Espanha, o que vamos fazer? Fugir? Ninguém vira campeão do mundo jogando contra times fracos. Cedo ou tarde vamos enfrentar os melhores e vamos vencer, porque nós realmente queremos conquistar o troféu.