Roger reconhece que Verdão fez jogo de baixo nível técnico

Comentários()
Miguel Schincariol/Getty
Treinador admitiu surpresa por não poder escalar Dudu e revelou brinca na equipe no intervalo

Em entrevista coletiva após o empate em 1 a 1 com o América-MG, nesta quarta-feira (23), no Allianz Parque, o técnico Roger Machado admitiu que não gostou da atuação da sua equipe mesmo com a classificação para as quartas de final graças ao triunfo por 2 a 1 no jogo de ida.

“Temos 31 jogos no ano, talvez esse tenha sido o de menor nível técnico. Enfrentamos um adversário muito disposto a complicar, tentar tirar nossa vantagem. Naturalmente, quando cinco, seis, sete jogadores atuam bem a gente sabe como se desenrola o jogo. Da mesma forma, o contrário. Quando temos muitas individualidades em um dia infeliz, o jogo coletivo é de baixo nível”, analisou.

“Melhorou um pouco no segundo tempo, mas em determinados momentos precipitamos o passe. Ficou um jogo perigoso, permitimos que o América nos atacasse a partir do meio de campo muitas vezes. O importante era classificar hoje. Foi um jogo de exceção, fora da curva. Tenho certeza que no sábado (contra o Sport, em casa, pelo Brasileirão) a gente volta ao nosso nível”, acrescentou.

“Não vou cobrar do meu torcedor, que é apaixonado pelo clube, que ele tenha a mesma paciência que o treinador, que os atletas. É claro que eu gostaria que o torcedor nos incentivasse sempre, mas acredito que se eu estivesse na arquibancada hoje, talvez me manifestasse com uma vaia. Sem dúvida, o cenário ideal seria que no momento de mais adversidade o torcedor incentivasse, mas entendo perfeitamente”, completou.

Por fim, Roger admitiu ter sido pego de surpresa com o fato de não poder escalar Dudu, impedido de atuar por conta de uma regra da Fifa para proteger os jogadores que estão na pré-lista de convocados para a Copa do Mundo.

“Tomara que o Dudu possa estar liberado para sábado, seria ótimo. A gente já vinha planejando por saber que o Miguel poderia estar ausente. Este fato do Dudu acabou pegando de surpresa, de uma certa forma, porque não sabemos por quanto tempo será essa ausência. Primeiro de tudo é descansar bem os atletas. No segundo tempo eles fizeram mais força para empatar e o próximo jogo já é no sábado”, concluiu.

Diogo Barbosa Leandro Donizete Palmeiras America-MG Copa do Brasil 23052018
(Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)

Fechar