Notícias Placares ao vivo
Liverpool

PL Brasil: O Faraó está em Liverpool

13:00 BRST 02/12/2017
Mohamed Salah Liverpool
Alguns torceram o nariz na janela de transferências, mas a verdade é que Mohamed Salah vem provando o seu valor

Por Julio César Puiati   - Premier League Brasil



Nada de Philippe Coutinho ou Roberto Firmino. Nem de Sadio Mané. Quem está roubando os holofotes na terra dos Beatles, atualmente, é um certo egípcio de 25 anos. Contratado a peso de ouro no início da temporada europeia, a chegada de Mohamed Salah foi nebulosa. Afinal, a diretoria do Liverpool desembolsou uma bagatela de 35 milhões de libras pelo jogador – e vocês precisam concordar comigo – ainda cercado por desconfianças.  

Salah é um velho conhecido da Premier League. O winger ex-Basel chegou ao Chelsea em janeiro de 2014 por um valor aproximado de 11 milhões de libras. E muitas expectativas se criaram em cima do jogador. Tudo em vão. O egípcio, com status de grande promessa, não se firmou na equipe londrina. Foram apenas 10 partidas e dois gols marcados em competições oficiais. 

Após passagem sem brilho por Stamford Bridge, o faraó acabou sendo emprestado para Fiorentina e Roma. E foi pelos romanistas que ele reencontrou o seu futebol. Até ser contratado em definitivo.


Foto: Getty Images

Na temporada passada, Salah acumulou números interessantes pelo futebol italiano: 33 apresentações, 17 gols e 12 assistências. Decerto foi uma das peças mais importantes do time treinado, àquela época, por Luciano Spalletti. 

Jürgen Klopp parece ter notado algum potencial no egípcio de 25 anos. Bancou a sua contratação, um lugar no time titular e toda uma estrutura para que Mohamed Salah se sentisse em casa. E o resultado está aí. Para todo mundo ver. Na Premier League já são 12 gols em 14 jogos disputados: artilheiro isolado do campeonato. Já na Champions League, o faraó da terra da Rainha contribuiu com 4 gols e uma assistência em 5 partidas. Fundamental.

No esquema do comandante alemão, Salah tem total liberdade para atacar os flancos do gramado. Com velocidade aliada à técnica, o winger vem causando dor de cabeça às defesas adversárias. Mas nem só de agilidade vive o egípcio. Salah melhorou – e muito – um fundamento extremamente importante no futebol: a finalização. Criticado por chutar mal, o camisa 11 do Liverpool já marcou gols importantes de fora da área. E não titubeando na frente do goleiro. 

Pela elite inglesa, Mohamed Salah tem uma média de 3.6 chutes, 1.5 passes importantes e dois dribles por jogo. E até quando vem do banco ele mostra serviço. Na partida contra o Stoke City, fora de casa, o egípcio entrou na metade do segundo tempo e ainda balançou as redes duas vezes. E olha só. Há quem diga que ele foi a melhor contratação do Campeonato Inglês na última janela.

O faraó de Liverpool parece ter atingindo o auge de sua carreira com a camisa vermelha. E se continuar assim, será de grande valia para o time treinado por Jürgen Klopp. Foram 35 milhões de libras bem gastos até agora, diga-se de passagem.