Diego retorna à Vila Belmiro após 13 anos

Comentários()
Gilvan de Souza/CR Flamengo
Meia fez história no Santos e irá reencontrar a torcida Alvinegra pela primeira vez desde o seu retorno ao futebol brasileiro

Diego volta à Vila Belmiro. Pela primeira vez desde que retornou ao futebol brasileiro para vestir a camisa do Flamengo no ano passado, o meia irá jogar no estádio onde deu seu grande salto na carreira e fez história com a camisa do clube que será rival Rubro-Negro na noite desta quarta-feira, pela Copa do Brasil: o Santos. 

Com apenas 16 anos, Diego foi incorporado ao elenco profissional do Santos em 2002, e comandado por Emerson Leão e fazendo uma dupla inesquecível com Robinho, ajudou a tirar o Peixe da fila de 17 anos sem títulos, conquistando o Campeonato Brasileiro daquele ano.  

O meia ainda foi destaque na campanha santista na Copa Libertadores de 2003, na qual o clube ficou com o vice-campeonato. Na ocasião, Diego marcou quatro gols em 14 jogos, além de ter dado várias assistência, o que lhe rendeu o prêmio de jogador mais criativo do torneio.

Diego e Robinho Santos 2002
(Foto: Getty Images)

No ano seguinte, Diego atuou um semestre com a camisa do Santos e acabou sendo transferido para o Porto, de Portugal. 

Desde então, quando teve seu nome ligado a um possível retorno ao futebol brasileiro, Diego declarou que o Santos teria prioridade nas negociações, desde que houvesse vontade e respeito de ambas as partes, e também chegou a dizer que o Peixe era seu time de coração. 

O meia sempre passou um período de suas férias em Santos, frequentando restaurantes e praias da cidade, encontrando ainda, muitas vezes, Robinho.

Mas o sonho dos santistas em verem Diego com a camisa 10 novamente caiu por terra quando o jogador acabou seduzido pelo projeto do Flamengo e acertou a sua transferência para o clube carioca.

Diego Ribas - Flamengo 20072016
(Foto: Divulgação/Flamengo)

Como o esperado, a notícia não caiu bem em parte da torcida do Santos, que viu mais um ídolo - antes Robinho tinha ido ao Atlético-MG - ir para um outro clube brasileiro. Há quem diga que o que o meia fez foi "trairagem", mas há também quem ressalte que o jogador nunca ficou fazendo juras de amor ao clube, como o póprio Robinho, não mostrando tanta chateação assim com Diego.

Vale lembrar que em seu primeiro reencontro com o Santos, no ano passado, pelo Brasileirão, Diego marcou um dos gols da vitória rubro-negra, e comemorou demais com a torcida carioca.

E na noite desta quarta-feira, os santistas irão encontrar pela primeira vez com Diego, na Vila Belmiro, após 13 anos, porém com o meia vestindo outro manto e a mistura de sentimentos virá à tona. Vem vaias por aí?


VEJA TAMBÉM:


Próximo artigo:
"Não posso crer, estou desesperado", lamenta pai de argentino a bordo de avião desaparecido
Próximo artigo:
Quem é Emiliano Sala? O argentino que está a bordo do avião desaparecido no Canal da Mancha
Próximo artigo:
Jogador argentino desaparecido em provável acidente de avião; siga as notícias em tempo real
Próximo artigo:
Cruzeiro se encontra com representantes de Dodô e fica mais próximo de anunciar ex-lateral do Santos com reforço
Próximo artigo:
Sevilla encara o seu maior pesadelo: Lionel Messi
Fechar