Notícias Placares ao vivo

Kaká feliz por estar de volta: "Espero ajudar dentro e fora do campo"

O meia Kaká, atualmente jogando na Liga de Futebol dos Estados Unidos, garante que sua experiência só irá beneficiar a seleção. O jogador, de 33 anos, foi a maior surpresa da lista de convocados anunciada no último dia 13 de agosto pelo técnico Dunga. A seleção brasileira irá enfrentar as seleções de Costa Rica e Estados Unidos nos jogos  Chevrolet Brasil Global Tour a serem realizados em setembro.

Atleta do Orlando City, Kaká se disse surpreso e gratificado pela convocação de Dunga e afirmou ter sido uma surpresa ver seu nome na lista.

“Agradeço a confiança depositada em mim pelo treinador da seleção e espero contribuir dentro e fora do campo", disse Kaká em entrevista ao jornal O Globo.

“Acredito que minha experiência vai ajudar a seleção tanto no aspecto técnico quanto tático.

“E toda maturidade e experiência que eu tenho, espero transmitir aos jogadores. Principalmente à nova geração".


 
Ganhador da Bola de Ouro FIFA de 2007, Kaká quer ajudar à seleção a reconstruir sua imagem após o fraco desempenho do time na Copa do Mundo de 2014 e na Copa América.

“É um grande dia para mim e quero dividir minha alegria com todos os meus fãs", disse o jogador ao site oficial do Orlando City.

"Estou de volta à seleção depois de um ano e estou muito feliz por isso.

“Acredito que posso ajudar o time nesse período. Vamos encarar jogos difíceis nas Eliminatórias para a Copa de 2018 e é um período importante para mim e todos os jogadores. Estou muito feliz em voltar ao time".




Kaká tem mostrado bom desempenho no Orlando City: em 22 jogos marcou nove gols e deu quatro assistências. Seu retorno à seleção desfalcará seu time na partida contra o New England Revolution, mas o técnico Adrian Heath também mostrou apoío e felicidade pela convocação de seu maior astro, apesar de não poder te-lo em campo contra seu maior rival.



“Claro que sentiremos falta do Kaká. Além dele vamos ter outros desfalques por conta de lesões. No último jogo contamos com todos os jogadores disponíveis. Tivemos um jogo na temporada que mal podemos completar o banco devido a tantos desfalques", disse Heath à ESPN.

“Mas sei o quanto significa para o Kaká estar na seleção e estou muito feliz por ele ter sido convocado. Vi que ele ja estava com um grande sorriso no rosto e percebi que essa convocação mudou seu astral".