Casemiro é insubstituível

Brasileiro é o homem de confiança de Zidane: "Já descansou muito quando sofreu a lesão"

Casemiro é insubstituível para Zidane. O técnico francês está seguindo uma rotação na equipe, que não afeta o brasileiro. Ele é o único jogador que se mantém como titular nos últimos seis encontros (dois pela La Liga, um pela Champions League, dois no Mundial e um na Copa do Rei) e voltará a entrar em campo na noite desta quinta-feira (12) contra o Sevilla.

Zizou quer cuidar da forma física de seus jogadores para chegar 100% no final da temporada, mas considera Casemiro pronto para realizar dois jogos por semana durante o mês de janeiro.

"Descanso? Case já descansou muito, porque ele teve uma longa lesão...", analisou o treinador.

Zidane confia na fortaleza física do brasileiro e não pediu nenhum reforço na posição. Na verdade, nesta temporada, a sua lesão não foi causada pelo número de compromissos, e sim por um choque, quando sofreu uma fissura na fíbula.

O sentimento entre ambos vem da etapa de Zidane como auxiliar de Ancelotti. "Já em 2014, ele me ajudou muito", confessou o brasileiro mais de uma vez.

"Nós sabemos de sua importância no ambiente, tanto na frente, quanto na defesa", disse o francês,


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Os gols de Messi na temporada | "Neuer é o melhor do mundo" | Neymar rebate crítica de jornal


Com ele, o Real Madrid sofreu 12 gols em 13 partidas, sem sofrer tentos ainda em cinco oportunidades. Sem Casemiro, o número aumenta para 18 gols em 15 duelos, com apenas duas vezes sem sofrer tentos.

O papel de Casemiro para Zidane mudou após a última derrota  da equipe (27 de fevereiro de 2016 contra o Atlético de Madrid). Antes deste confronto, ele só havia jogado 23 minutos nos primeiros nove jogos do treinador. Desde então, ele jogou 15 dos últimos 18 compromissos da última temporada (três ele perdeu por conta de lesão ou suspensão), e nesta temporada ele se tornou uma peça insubstituível para Zizou.