Vasco 1 x 0 Fluminense: Deu Cruzmaltino com a taça
Lucas Merçon - Fluminense Divulgação
O duelo entre Vasco e Fluminense iniciou com uma disputa judicial, e terminou com a vitória por 1 a 0 do Vasco, garantindo a 13ª Taça Guanabara

Em campo, o Vasco foi melhor em campo, venceu o Fluminense, por 1 a 0, e garantiu o título da Taça Guanabara, em duelo na tarde deste domingo, no Maracanã. Com gol de Danilo Barcelos, de falta, no segundo tempo, quando a equipe era pior em campo, o Cruzmaltino chegou a 13ª desta conquista.

Ao Tricolor serve de consolo praticar um bom futebol. O time de Fernando Diniz mostra grande evolução, e, no jogo deste domingo, foi superior, ficando com mais posse de bola. Vale ressaltar que o principal reforço da temporada, Paulo Henrique Ganso, não entrou em campo ainda.

Confusões

Para falar do jogo é preciso primeiro citar os problemas em torno da partida. Por um simples setor do estádio, os torcedores foram impedidos de entrarem em campo. O Vasco, durante o dia, resolveu assumir o risco e convocou seus torcedores. Mas o Juizado Especial Criminal (JECrim) não liberou a entrada e o clima fora do Maracanã ficou bastante tenso, com a Polícia Militar do Rio de Janeiro (PMRJ) precisando usar de força, bombas e spray de pimenta para conter os vascaínos. Segundo informações da Rádio Globo, alguns torcedores não se sentiram bem e desmaiaram, sendo atendidos no portão 10 do Maracanã.

O jogo começou sem torcedores. O Maracanã vazio, na final da Taça Guanabara, mostrou o nível que o futebol carioca chegou – ou melhor se afundou. A decisão foi revertida após a metade do primeiro tempo e as arquibancadas começaram a ser tomadas.

Confusao Maracana Vasco v Fluminense 170219 Primeiro tempo

Sem torcedores nas arquibancadas, a partida começou. O Fluminense foi superior durante toda a etapa inicial, sendo a equipe com mais volume e intensidade. Todavia, não conseguia tornar disso mais qualidade para oportunidades claras de gol. A torcida teve acesso ao estádio após os 30 minutos de jogo e viu um Vasco que buscava o ataque em algumas oportunidades e um Tricolor que trocava vários passes, mas parava no preto e branco bastante fechado.

Segundo tempo

Na volta para o segundo tempo, o Fluminense tinha a mesma postura. Passes seguidos, muita movimentação e bola nos pés. Em determinado momento do duelo, chegou a ter 70% de bola, mas não criava. O Vasco chegou ao seu gol aos 35, com cobrança de falta de Danilo Barcelos. O Fluminense partiu em busca do resultado. Tentou de várias formas, mas não superou a defesa bem armada do Cruzmaltino.

Mais artigos abaixo

 

 

 

Comentários ()