Vasco 3 x 2 Fluminense: Luis Fabiano e Nenê brilham, Cruzmaltino vence e mantém tabu
Luis Fabiano Vasco Fluminense Brasileirao Serie A 27052017
Paulo Fernandes/Vasco da Gama
Escobar também anotou para o time da casa; Dourado anotou para o Tricolor

Em um jogo emocionante e com duas viradas, o Vasco levou a melhor e venceu o Fluminense por 3 a 2, em São Januário, na tarde deste sábado, em partida válida pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, mantendo o tabu sobre o rival - time não perde para o Tricolor jogando em casa desde 1973.  Luis Fabiano, Escobar e Nenê anotaram para os mandantes, enquanto Dourado marcou para o Tricolor.

Com o resultado, o Vasco sobe parcialmente na tabela e fica na terceira posição, com 6 pontos. Já o Fluminense, que conheceu a sua primeira derrota, fica em segundo, também com 6. Na próxima rodada, o Cruzmaltino visita o Grêmio, enquanto o Tricolor recebe o vitória.

O jogo

O clássico foi bastante truncado na primeira etapa. As duas equipes marcaram forte, mas só uma deles foi mais efetiva no setor ofensivo. Em casa, o Vasco tentou assustar o adversário com arremates de fora da área de Henrique, mas ele não acertou o alvo. Já o Fluminense teve muitas dificuldades na articulação das jogadas, além de não ter encontrado espaço.

Douglas Henrique Dourado Vasco Fluminense Brasileirao Serie A 27052017
Jogo foi bastante disputado em São Januário (Foto: Paulo Fernandes/Vasco da Gama)

Com o passar do tempo, o Cruzmaltino começou a rondar mais a área adversária. Até que, aos 26, Pikachu cruzou na medida para Luis Fabiano, que testou forte para o fundo do gol. O tento deu confiança para o time da casa, que se animou. Do outro lado, o Flu seguiu sem oferecer muitos riscos. Porém, o Tricolor quase empatou quando Scarpa cobrou escanteio, Nogueira desviou e acertou a trave, aos 39.

O Vasco não voltou com a mesma pegada do intervalo. E aí o Fluminense soube aproveitar. Aos 12, Henrique colocou a mão na bola dentro da área. Dourado bateu o pênalti e deixou tudo igual. O jogo então, ficou mais proprício para o Flu. Pouco depois, Wendel chutou forte, Silva espalmou, Richarlison tentou no rebote, mas foi derrubado por Gilberto. Outro pênalti que o Ceifador não perdoou. Mas o Vasco não desistiu, foi à luta e conseguiu empatar na marca dos 30, com gol de Escobar. E ainda virou. Já nos acréscimos, Escobar soltou para Nenê, que entrou na área e bateu cruzado, fechando o placar.