Shakhtar 2 x 1 Manchester City: Time ucraniano vence misto frio dos Citizens e avança em segundo no grupo F
Getty Images
Bernard e Ismaily fizeram os gols do time ucraniano, e Aguero descontou para os ingleses, que perderam invencilidade de 20 jogos

O Shakhtar Donetsk se impôs sobre o time misto do Manchester City e conquistou a vitória que precisava: 2 a 1, em Donetsk, na tarde desta quarta-feira (6), em partida válida pela última rodada do grupo F da Champions League. Bernard e Ismaily fizeram os gols do time ucraniano, e Aguero descontou para os ingleses, que perderam invencibilidade de 20 jogos na temporada.

Com o resultado, o Manchester City encerrou a primeira fase em primeiro lugar do grupo, com 15 pontos. Já o Shakhtar Dontsk ficou na segunda posição, com 12 pontos. As equipes irão conhecer os adversários da próxima fase no sorteio realizado pela UEFA no dia 11 de dezembro.

Mais artigos abaixo

O jogo

Jogando na temperatura abaixo de zero em Donetsk, Shakhtar e Manchester City começaram o jogo de maneira mais lenta. Mas como precisava pontuar, o Shakhtar logo se soltou. Aos 7 o time da casa mostrou que iria dar trabalho, quando Ismaily cruzou para Ferryra, que bateu e Fernandinho tirou quase em cima da linha. O City, por outro lado, mostrou pouca inspiração no setor ofensivo e os ucranianos buscaram aproveitar

Leroy Sane Manchester City
(Foto: Getty Images)

Aos 26, Bernard recebeu na entrada da área pela esquerda, puxou para a perna direita e bateu colocado, no ângulo, abrindo o placar. Logo depois, o brasileiro teve nova chance, mas parou em Ederson. O Shakhtar seguiu em cima e ampliou aos 32. Ismaily foi lançado no ataque, aproveitou que Ederson saiu mal, pegou  abola e mandou para o fundo do gol. Os Citizens apareceram apenas antes do intervalo, quando Jesus foi acionado, tentou driblar o goleiro, mas Pyatov foi bem por vaixo e ficou com a bola.

O ritmo do jogo não mudou na etapa complementar. O Shakhtar segui com a partida controlada, mesmo com o City com uma postura um pouco mais ofensiva. Na reta final, o time inglês resolveu apertar o passo e Díaz serviu Jesus, que chutou e acertou a trave, aos 34. Em seguida, Touré encheu o pé de longe e mandou a bola por cima do travessão. Nos acréscimos, Jesus foi derrubado dentro da área. Aguero converteu o pênalti, mas não houve tempo para mais nada.

Comentários ()