Novo Hamburgo (3) 1 x 1 (1) Internacional: Colorado perde nos pênaltis e Noia é campeão inédito
Brenner Novo Hamburgo Internacional Gaucho 07052017
Ricardo Duarte/Internacional/Divulgação
Time de Antônio Carlos Zago abre placar, mas com erros de D'Alessandro, Nico López e Cuesta, equipe do interior conquista estadual

A imagem final do domingo (7), no Rio Grande do Sul, poderia ter D'Alessandro com a taça do Gauchão, mas foi Preto, meio-campista e capitão do Novo Hamburgo, quem levantou o troféu inédito de campeão do torneio para o time do interior. Após empate em 1 a 1 no tempo normal, o Noia venceu nos pênaltis, por 3 a 1.

Grêmio e Inter dominavam os estaduais desde 2000, quando o Caxias de Tite foi campeão. A conquista do Novo Hamburgo veio por erros de D'Alessandro e Cuesta, que acertaram o travessão e Nico López, que teve penalidade defendida por Matheus. João Paulo, Júlio Santos e Pablo converteram para o Noia. William foi o único a marcar pelo Colorado.


VEJA TAMBÉM:


Antonio Carlos Zago Novo Hamburgo Internacional Gaucho 07052017 (Foto: Internacional/Divulgação)

Com a bola rolando, a decisão pareceu uma continuação do segundo tempo do jogo da decisão, no Beira-Rio, sete dias atrás, com o Internacional propodo o jogo, mas sofrendo com contra-ataques e na bola aérea, ponto forte dos rivais ao longo de todo campeonato. Foi assim que aos 21 minutos, Ernando, pressionado, marcou contra.

Aos três minutos da etapa final, Rodrigo Dourado empatou, e o time vermelho seguiu em cima. O domínio colorado ficou ainda mais evidente, mas as chances de gol não eram criadas. Ao final, festa para o lado nilado e festa do Novo Hamburgo no estádio Centenário, em Caxias.

Comentários ()