França 2 x 1 Austrália: Árbitro de vídeo decide para os Bleus
Getty
Com vitória no sufoco para os Bleus, VAR é utilizado pela primeira vez na Copa do Mundo

banner Copa 2018

Não foi tão fácil quanto imaginavam, mas a França venceu a Austrália por 2 a 1 na manhã deste sábado (16), em Kazan. Com gols de Griezmann e Pogba, os Bleus conquistaram os três primeiros pontos após um duelo complicado com os australianos. Jedinak descontou.

A tecnologia foi a grande personagem da partida. Graças ao árbitro de vídeo e ao chip na bola, os Blues conseguiram o triunfo. Foi a primeira vez que o VAR foi utilizado no Mundial.

Com o resultado a França assume temporariamente a liderança do Grupo C, com três pontos. Peru e Dinamarca se enfrentam em Sarank, às 13h (de Brasília).

Na próxima rodada, os franceses enfrentam o Peru, enquanto a Austrália desafia a Dinamarca.  

O JOGO

A França apresentou um futebol muito abaixo do que se esperava no primeiro tempo, enquanto a Austrália surpreendeu. Os Bleus ensaiaram uma pressão, mas os autralianos se organizaram na defesa e até assustaram no ataque.

Lloris fez ótima defesa em toque contra de Tolisso, e Behich, em chute de fora da área, quase colocou no ângulo.

Na segunda etapa, um lance envolvendo Griezmann entrou para a história das Copas. Aos 12 minutos, o camisa 7 foi derrubado por Risdon dentro da área, e o árbitro, após mandar o lance seguir, paralizou o duelo para consultar o VAR e marcou a penalidade. Foi o primeiro lance na competição decidido desta maneira.

Antoine Griezmann France Australia World Cup 2018.jpg
Foto: Getty Images

Na cobrança, Griezmann abriu o placar aos 12 minutos. No entanto, os Bleus tiveram poucos minutos de comemoração. Aos 16, foi a vez de Umtiti cometer um erro infantil. Ao colocar a mão na bola depois do cruzamento de Mooy, os australianos empataram com a cobrança de Jedinak, também de pênalti.

Mais artigos abaixo

Após um jogo bastante disputado, outro lance chamou atenção para os franceses. Aos 34, Pogba mandou a bola para a rede após bate e rebate. Depois de bater no travessão, os torcedores, assim como o jogador, ficaram em dúvida se a bola tinha entrado. Porém, Andrés Cunha, do Uruguai, confirmou o tento.

 

 

Comentários ()