Galo bate o Cruzeiro, acaba com jejum e é campeão mineiro
Galo foi superior nos 180 minutos, venceu o Cruzeiro jogando melhor e garantiu o título mineiro

O Atlético bateu o Cruzeiro por 2 a 1, na noite deste domingo, no Independência, e garantiu o título do Campeonato Mineiro 2017. O resultado acaba ainda com o jejum de dois anos do Galo sem bater a Raposa.

O Galo foi superior nos 180 minutos da final. No primeiro jogo, no Mineirão, se segurou, se defendeu, teve boa postura em campo - apesar de ter tido as melhores chances para matar o jogo. No duelo deste domingo, novamente o Galo teve jeito inteligente de jogar, foi superior defensivamente - com três volantes - e foi melhor na maior parte do jogo, conseguindo a vitória.

O Galo volta a campo na quarta-feira, contra o Godoy Cruz, no Independência, pela Copa Libertadores. O Cruzeiro enfrenta o Nacional, no Paraguai, pela Copa Sul-Americana.

Primeiro tempo

A etapa inicial de jogo foi marcada por bastante superioridade do Atlético. O time de Roger Machado entrou em campo com três volantes, mas não ficou necessariamente retrancada. A entrada de Adilson entre os homens de marcação deu mais liberdade a Elias e Carioca, em uma variação concordada dentro de campo.

Gabriel Rafinha Atletico-MG Cruzeiro Mineiro 07052017
(Foto: © Washington Alves/Cruzeiro)

O primeiro gol do Galo foi marcado logo aos 13 minutos. Em roubada de bola no centro do gramado, Fred recebeu o passe na direita, próximo a área, e levantou a cabeça, encontrando Robinho na frente, cara a cara com Rafael, para abrir o placar.

Mesmo com o tento, o Galo seguiu melhor. O Atlético seguia com a estratégia de se defender bem e sair em velocidade. O Cruzeiro encontrava dificuldades para penetrar e praticamente não deu trabalho ao goleiro Victor durante o duelo.

Segundo tempo

O Cruzeiro voltou melhor na etapa complementar. O técnico Mano Menezes escalou Ramon Ábila tirando um volante, mostrando que precisava abrir espaços na defesa alvinegra e querendo, sobretudo, o resultado que era contrário.

Trofeu Mineirao Atletico-MG Cruzeiro Mineiro 07052017
(Foto: © Washington Alves/Cruzeiro)

E surtiu efeito. Ramon Ábila, aos 7 minutos, recebeu na frente, dominou bonito e marcou seu gol. O Cruzeiro seguiu melhor durante parte da etapa complementar.

O técnico Roger Machado percebeu os problemas que seu time tinha em campo e resolveu fazer alterações. Ele tirou Otero e Robinho, ambos mal, e escalou Cazares e Maicosuel.

Cazares entrou bem na partida. Em seu primeiro lance ele quase colocou Fred em condições de marcar seu gol. Na jogada seguinte, ele colocou Elias na frente para marcar o segundo gol atleticano e dar números finais ao confronto.

 

 

Comentários ()