Zidane diz que Vinícius Jr. é o futuro do Real Madrid, mas no presente ele ainda sofre

Comentários()
JAVIER SORIANO
O treinador garantiu que confia no brasileiro, que sob o seu comando ainda não conseguiu muitas oportunidades

Vinícius Júnior foi o principal tema da entrevista coletiva concedida por Zinedine Zidane, nesta sexta-feira (13), na véspera do jogo contra o Levante, pela quarta rodada de La Liga. O treinador francês negou que esteja decepcionado com a fase do brasileiro, sensação do clube na temporada passada até sofrer uma lesão no tornozelo, e garantiu que o ponta de 19 anos é o futuro do clube.

Acompanhe o melhor do futebol ao vivo ou quando quiser: assine o DAZN e ganhe um mês grátis para experimentar

“Ele tem a máxima confiança do treinador, que sou eu. É o futuro do Real Madrid, isso é certo. Está em um processo de fazer as coisas bem. Conto com ele”, disse Zidane. Entretanto, os números não mentem em relação ao baixo número de oportunidades que o brasileiro teve no Santiago Bernabéu desde o retorno do treinador francês, na metade final da temporada passada.

Mais artigos abaixo

Lesão atrapalhou inicialmente

Vinicius Junior Real Madrid Ajax UCL 05032019(Foto: Getty Images)

Vinícius Júnior sofreu a lesão no tornozelo, que o deixou longe dos campos por quase dois meses, justamente no último jogo merengue sob o comando de Santiago Solari – a derrota por 4 a 1 para o Ajax, que decretou a eliminação na Champions League. Por isso, não pôde ser muito utilizado por Zidane, que teve apenas 11 jogos até um insosso final de campanha em 2018-19. O francês escalou Vinícius em três jogos, sendo apenas uma vez entre os titulares, mas ainda buscando a retomada do ritmo de jogo o ponta-esquerda não decidiu como vinha fazendo com Solari – com quem ganhou as primeiras oportunidades e anotou os seus quatro gols e oito assistências.

Poucas oportunidades nesta temporada

2019_9_07_Vinicius_Junior(Foto: Getty Images)

Neste início de temporada, Vinícius aparentemente perdeu o status de titular absoluto na equipe. Entrou em campo em todos os três jogos oficiais, mas apenas na primeira rodada, contra o Celta, foi titular. Ainda não conseguiu nem finalizar a gol e pouco rendeu – assim como o próprio time, que ainda sem ter Hazard, sua maior contratação na temporada, venceu apenas uma vez e acumulou dois empates até aqui.

Embora tenha dito que não está decepcionado com Vinícius, e tenha apontado o habilidoso brasileiro como futuro do clube, no presente o ex-jogador do Flamengo vem sofrendo justamente por já ter mostrado, com a camisa merengue, o quão decisivo pode ser. O duelo deste sábado (14) pode representar uma oportunidade de melhorar tanto a realidade atual do time, quanto a sua própria sob o comando de Zidane.

Fechar