Notícias Placares ao vivo
Premier League

Wesley e Douglas: “invasão brasileira” faz Aston Villa quebrar recordes com reforços

19:14 BRT 25/07/2019
Wesley Douglas Luiz Aston Villa 25 07 2019
A tradicional equipe de Birmingham está no Top 5 dos europeus que mais estão gastando dinheiro nesta janela de transferências

O Aston Villa tem movimentado consideráveis somas de dinheiro neste mercado de transferências. Nesta quinta-feira (25), os Villains anunciaram oficialmente a contratação do meio-campista Douglas Luiz, ex-Vasco e que pertencia ao Manchester City – embora não tenha conseguido defender oficialmente o time treinado por Pep Guardiola. O jogador de 21 anos chegou, após duas temporadas emprestado ao Girona, da Espanha, ao tradicional clube de Birmingham por 16,8 milhões de euros e com a expectativa de ser titular.

Até o momento, o Aston Villa é o clube inglês que mais gastou em transferências nesta janela: foram 127,9 milhões de euros investidos, valor que também coloca o campeão europeu de 1982 no Top 5 dentre os clubes que mais estão abrindo as respectivas carteiras para reforçarem o seu plantel.

Dentre os reforços contratados pelo Villa, o mais caro de toda a história de 145 anos da instituição foi outro brasileiro. O primeiro, aliás, nascido em nosso país a assinar contrato com o clube. Wesley Moraes, de apenas 22 anos, chegou por 25 milhões de euros depois de ter anotado um total de 38 gols em quatro temporadas vestindo a camisa do Club Brugge, da Bélgica.

O atacante da perna torta

Uma curiosidade envolvendo Wesley está na diferença de três centímetros entre uma perna e outra, condição que fez alguns clubes titubearem ao considerar, no passado, a sua contratação. Mas o mineiro de Juiz de Fora conseguiu adaptar a sua condição física ao jogo, apesar de parecer, às vezes, estar mancando em sua corrida.

Quer ver jogos ao vivo ou quando quiser? Acesse o DAZN e faça o teste por um mês grátis!

“Ele nunca mudou nada. É incrível, mas vocês conhecem a história do Garrincha no Brasil”, disse uma pessoa próxima ao atacante, em entrevista concedida ao Guardian. Wesley, contudo, não é um ponta, como o eterno camisa 7 da seleção brasileira e Botafogo: apesar de ter começado como meio-campista, na Europa ganhou espaço de verdade como homem de referência na frente.

Por que o Aston Villa está gastando tanto?

Wesley e Douglas Luiz não foram as únicas novidades no time treinado por Dean Smith, e que tem como auxiliar o ex-zagueiro John Terry, lenda do Chelsea. Os Villains contrataram outros oito jogadores. Ainda que seja a esperança do Aston Villa fazer uma campanha espetacular neste seu retorno à Premier League, o primeiro objetivo é bem mais humilde: manter-se na primeira divisão. E com a ajuda da boa soma de dinheiro que os clubes participantes do Campeonato Inglês recebem, o tradicionalíssimo time de Birmingham vem aparecendo com destaque não por uma ou duas contratações de impacto, mas por estar reformulando boa parte do plantel que subiu para a elite após três anos de tentativas.