Wenger diz que Alemanha precisa de Özil de volta e fala em trabalhar já em janeiro

Comentários()
Getty
Atacante deixou a seleção após a Copa do Mundo, mas seu ex-treinador espera que o jogador volte atrás na decisão

O ex-técnico do Arsenal, Àrsene Wenger, espera que Mesut Özil possa ser convencido a voltar para a equipe da Alemanha após anunciar a sua aposentadoria logo depois da Copa do Mundo da Rússia.

O jogador, que deixou a seleção alegando ser perseguido e discriminado pela Federação Alemã de Futebol (DFB) devido à sua ascendência turca e, principalmente, por expressar suas opiniões favoráveis à imigração e ao multiculturalismo na sociedade alemã, tem evitado inclusive atender aos telefonemas do técnico Joachim Low.

"Acho que a Alemanha precisa de Özil e espero que Low possa convencê-lo a voltar", disse Wenger em entrevista ao Sport Bild.

"Özil é um super jogador de futebol e não foi o pior na Copa do Mundo. Não gostei da sua decisão porque os alemães respeitam o que ele conseguiu.", acrescentou.

Afastado dos gramados desde a sua saída do Arsenal na última temporada, o treinador ainda revelou que em breve voltará ao futebol.

GFX Wenger

Até o momento, Özil fez seis aparições na Premier League pelo Arsenal, marcando dois gols. Pela Alemanha, foi campeão mundial no Brasil, em 2014, com 92 partidas disputadas desde 2009.

Próximo artigo:
Palmeiras 1 x 0 Botafogo-SP: Verdão tem vitória magra em sua Arena
Próximo artigo:
Lesão de Neymar deixa técnico do PSG em alerta: "estou preocupado"
Próximo artigo:
“Ausência de Messi não é desculpa”, diz Suárez após derrota
Próximo artigo:
Resende 1x1 Flamengo: Dourado rouba a cena com golaço
Próximo artigo:
Guarani 2 x 1 Corinthians: Timão leva virada do time de Osmar Loss
Fechar