Van Dijk ou Sterling? Quem é o melhor jogador da Premier League este ano?

Comentários()
Getty/Goal
O jovem zagueiro do Liverpool ou a estrela do ataque do Manchester City será eleito o melhor jogador da atual edição da Premier League?

O Prêmio de Jogador do Ano da Premier League é decidido por votos de membros da Associação de Jogadores e do sindicato dos atletas de toda a Inglaterra. Neste ano, oito dos dez favoritos jogam em Manchester City ou Liverpool, que brigam pelo título.

Assim como no ano passado, quando Kevin de Bruyne e Mohamed Salah se distanciaram do resto, dois favoritos dispararam na frente neste ano, um de cada equipe.

Virgil van Dijk tem tido uma excelente temporada no Liverpool e é possível argumentar que o time não estaria na disputa do título sem ele. E embora o City não dependa tanto de um só jogador, Raheem Sterling tem se destacado como um jogador-chave no time de Pep Guardiola na temporada. Ele também tem se destacado fora do campo como ativista contra o racismo.

Os correspondentes da Goal da Inglaterra de Liverpool e City dão seus vereditos sobre a disputa. Confira!


VIRGIL VAN DIJK


Van Dijk Liverpool 2019

por Neil Jones

Há argumentos para o prêmio de Jogador do Ano ir para Raheem Sterling. A maneira como ele se desenvolveu em um atacante de elite sob Pep Guardiola tem sido impressionante de se assistir, mesmo para torcedores do Liverpool que sabiam que ele tinha um vasto potencial e se questionavam apenas por sua consistência na grande área.

Sterling tem tido outra temporada incrível e se o City conquistar dois, três ou até quatro troféus, ele terá sido parte importante disso tudo, sem dúvida. Mas…

Se pergunte isso: se Sterling tivesse jogado metade dos jogos desta temporada ou mesmo nenhum deles, onde o City estaria? Onde estão agora, provavelmente. Disputando títulos e avançando nas copas.

Sterling marcou gols importantes e teve atuações excelentes, mas sem ele o time de Guardiola seria ótimo mesmo assim. Leroy Sané teria assumido seu lugar, ou Riyad Mahrez. Ou Gabriel Jesus. Ou Bernardo Silva. Você entendeu.

Agora faça a mesma pergunta para o Liverpool. Onde o time estaria sem Virgil van Dijk? Disputando o título? Sem chance. Quartas de final da Champions League, tendo batido PSG, Napoli e Bayern de Munique no caminho? Dificilmente.

Van Dijk é simplesmente o jogador mais influente da Premier League. Ele entrou em Anfield 15 meses atrás e tudo mudou. Liverpool deixou de ser um time de copas para se tornar um time completo. Quem diria que Jurgen Klopp seria capaz de montar um time que briga pelo título com a melhor defesa? Liverpool cedeu apenas 19 gols em 32 jogos na liga. Incrível. Eles sofreram mais de um gol em uma partida apenas três vezes.

E houve problemas na defesa também. Trent Alexander-Arnold perdeu jogos. Joe GOmez não joga desde Dezembro. Joel Matip quebrou um osso e perdeu seis semanas da temporada. Dejan Lovren teve problemas físicos também. Van Dijk tem sido a constante. Ele é o único jogador de linha a ser titular em todos os jogos da Premier League pelo Liverpool. Eles não conseguem jogar sem ele.

Ele deve ser o melhor jogador em bolas aéreas da história da Premier League. Ele nunca perde a compostura em campo. Ele parece, como um torcedor disse certa vez, que poderia jogar três jogos de uma vez só. Seus piques diagonais são lindos. Ele cometeu, sim, alguns erros -cometeu pênalti em Sané em Anfield e errou no gol de empate do Fulham recentemente- mas foram poucos.

Geralmente suas performances são excepcionais e sua mera presença já coloca o Liverpool como um time de primeira linha. Com Van Dijk, Klopp sabe que tem chance de vencer qualquer partida. Só há um jogador que pode ganhar o prêmio de Jogador do Ano. Desculpe, Raheem.

 


RAHEEM STERLING


Raheem Sterling Manchester City 2018-19

por Sam Lee

É um pouco estranho que a disputa por Jogador do Ano tenha sido vendida como uma batalha entre Van Dijk e Sterling. Muitos torcedores do Manchester City diriam que Bernardo Silva tem sido o melhor jogador do time na temporada.

Bernardo se tornou uma parte fundamental e adorada do time de Pep Guardiola nesta busca por quatro títulos na temporada. Ele é escalado em todo jogo importante seja no meio de campo, seja no trio de ataque. Sterling tem sido importante também, especialmente nas últimas semanas. E ele também estará entre os titulares quando chegarem os jogos que o City precisa vencer para ganhar as três competições que ainda disputa.

O fato do time ainda estar na disputa em todas as competições da temporada é outro sinal de que o City é o melhor e mais consistente time da Inglaterra. O time não vai chegar em 100 pontos nesta temporada, mas o time é melhor como um todo e Sterling é um dos vários jogadores que melhoraram individualmente.

Ele chegou a outro nível nesta temporada e isso parece mais óbvio nas últimas semanas, com hat-tricks tanto por City como pela seleção da Inglaterra. Aos 24 anos, ele tem 19 gols e 16 assistências em todas as competições somadas na temporada e tem ao menos mais nove partidas para ultrapassar a marca de 23 gols e 17 assistências do ano passado.

Sterling foi derrotado por Leroy Sané no prêmio de Melhor Jovem Jogador na última temporada apesar de provavelmente ter sido mais consistente que seu companheiro. E nessa temporada se provou mais ainda mais consistente como uma ameaça aos rivais, estando sempre pronto para contribuir nos jogos mais importantes.

Houve alguma frustração na última temporada, por exemplo, por muitos erros em situação de um-contra-um, mas sua finalização melhorou muito nos últimos meses e ele tem aparecido quando o City mais precisou dele.

E se ele parece ter melhorado e amadurecido dentro de campo, fora também cresceu. Não podemos falar de redenção porque ele nunca cometeu grandes erros antes, mas certamente Sterling assumiu mais responsabilidades ultimamente e tem se tornado um modelo para os mais jovens.

Talvez ele não goste desse tipo de afirmação, mas ao tomar frente na luta contra o racismo ele tem encorajado outros a falarem e muitos a pensarem com mais cuidado antes de agir.

Mais artigos abaixo

Ao destacar uma diferença no tom dos relatos da mídia quando jogadores brancos e negros são tema de reportagens, ele ajudou a destacar um problema com a discriminação subconsciente, e às vezes até explícita, na imprensa nacional.

Isso trouxe a atenção pública para um debate que muitas pessoas tinham apenas na internet e desde então ele não tem fugido de questões parecidas. Nesta semana mesmo ele usou as redes sociais para responder aos comentários de Bonucci, da Juventus, sobre o racismo sofrido por Moise Kean em Cagliari.

Sterling é um exemplo de trabalho duro dentro de campo e coragem fora dele. Isso deveria ser reconhecido e premiado.

Fechar