Valverde explica alterações e destaca reservas; Alcácer e Denis Suárez se destacam

Comentários()
Getty Images
Treinador improvisou Busquets na zaga no segundo tempo e deixou Messi no banco; Denis Suárez elogia atletas com menos minutos

O Barcelona conquistou uma importante vitória nesta terça-feira pela Champions League. Com um time misto e Messi novamente começando no banco de reservas, a equipe culé venceu o Sporting no Camp Nou por 2 a 0 e se garantiu na primeira posição do Grupo D, com 14 pontos. 

Após o duelo, um dos destaques da vitória do time catalão, o meia Denis Suárez conversou com a imprensa e valorizou o resultado, destacando a importância de dar mais minutos em campo para vários jogadores do elenco.  

"Este jogo nos ajudou para que muitos jogadores que não têm muitos minutos pudessem se sentir importantes no campo. Acho que fizemos um ótimo jogo", comentou Denis Suárez aos microfones esportivos da BEIN. 
 
"É claro que, desde o início da temporada, mostramos que esse time tem um nível muito alto. Aqueles que menos jogaram também deram um passo a frente em relação ao ano passado e isso dá para notar na equipe", acrescentou o meia. 

Thomas Vermaelen Barcelona Sporting Champions League
Foto: Getty

Sobre o desempenho da equipe, Denis Suárez indicou que "acho que a equipe está fazendo um futebol não tão brilhante como em outros anos, mas no nível de jogo é difícil marcarem gol na gente".

Autor do primeiro gol do jogo, Alcácer voltou a balançar a rede, mas preferiu usar um discurso mais modesto, afirmando que não coloca pressão no treinador mesmo com o bom momento.  

"Marcando gols não coloco pressão no treinador,. Estou jogando em um bom nível e me importo mais em poder ajudar o time. Para mim é um grande orgulho pode fazê-lo. Ninguém se lembra mais da primeira temporada. Foram momentos ruins. Fiz um bom começo na temporada, trabalhando no treinamentos e aproveitando as oportunidades. Se eu marco gols é graças aos meus colegas de equipe".

Valverde também concedeu entrevista e destacou a importância dos reservas. O técnico exaltou a vitória em casa, mesmo sem usar o time titular nesta terça.  

"O Sporting Portugal nos segurou no primeiro tempo, mas depois precisávamos correr riscos e tivemos mais espaços. Nossa ideia é sempre dominar o jogo e criar chances porque somos o Barcelona". 

O treinador também explicou o motivo de usar Vermaelen ao lado de Busquets no segundo tempo na defesa, deixando todos surpresos.  

"Não queria arriscar todo o jogo com os dois zagueiros titulares. É por isso que, quando tirei Piqué, apostei no Busquets. É uma das soluções que temos. Em caso de emergência, temos um zagueiro". 

Jasper Cillessen Barcelona Sporting Champions LeagueFoto: Getty

Por fim, Valverde também fez questão de elogiar o holandês Cillessen que fez ótimo jogo e fechou o gol do time culé.  

"Ele fez uma parada extraordinária, a verdade é que temos dois grandes goleiros que nos salvam de muitas situações de risco".

Próximo artigo:
Após vencer o Chelsea, Emery pede equilíbrio ao Arsenal
Próximo artigo:
Cristiano Ronaldo não desiste de Marcelo na Juventus
Próximo artigo:
Chelsea está de olho em Coutinho, diz jornal inglês
Próximo artigo:
Mourinho reclama de tratamento diferente: "Pep e Klopp puderam escolher jogadores que acompanham as suas ideias"
Próximo artigo:
Milton Cruz tem o celular furtado durante partida do Sport
Fechar