"Tripé" vascaíno mostrou, contra o Fluminense, que a defesa pode melhorar

Comentários()
Foto: Paulo Fernandes/Vasco
Anderson Martins, Breno e Jean tiveram aproveitamentos incríveis na vitória sobre o rival, que tem o artilheiro do Brasileirão

Clássico é clássico... e vice-versa. A frase é famosa e mostra o quão imprevisível pode ser um encontro de rivais, em um esporte imprevisível já por natureza, e foi mais uma vez evocada antes, durante e depois da vitória por 1 a 0 do Vasco sobre o Fluminense, no último sábado (26), pelo Campeonato Brasileiro.

O Vasco vinha em crise, que culminou na demissão do treinador Milton Mendes e posterior contratação de Zé Ricardo. Somava cinco rodadas sem vitórias [3D, 2E] e já se via próximo da zona de rebaixamento. Do outro lado o cenário era oposto no Fluminense, que vinha com uma invencibilidade de cinco partidas [3E, 2V no Brasileirão].


VEJA TAMBÉM:


Mas o tempero que dava o leve favoritismo ao Tricolor das Laranjeiras era o duelo ataque contra defesa. Afinal de contas, se o time comandado por Abel Braga tem o artilheiro do campeonato [Henrique Dourado, com 12 gols], e o jogador que mais cria chances de gols [Gustavo Scarpa, 50 oportunidades que saíram de seus pés], a chance de bater uma defesa em crise e que é uma das piores do certame seria grande.

Mas não foi assim. O Gigante da Colina chegou mais ao ataque, e soube evitar as chegadas de um pouco inspirado Fluminense.

Ramon Vasco Fluminense Brasileirão 28 08 2017Ramon fez o golaço que garantiu a vitória (Foto: Paulo Fernandes/Vasco)

Individualmente, o grande nome da partida foi o lateral-esquerdo Ramon, autor de um golaço e importantes cortes na bola [4 no total] quando a posse era do Fluminense. Entretanto, a segurança defensiva que o torcedor vascaíno não via há tempos foi apoiada em um tripé fundamenta: Anderson Martins, Breno e Jean.

Em sua segunda partida desde o retorno a São Januário, Anderson Martins já mostrou um pouco do que o vascaíno esperava. O jogador de 30 anos foi o líder em interceptações de bola [4] em campo e teve bom aproveitamento nos passes [84%].

Breno Vasco Fluminense Brasileirão 28 08 2017Ao lado de Anderson Martins, Breno teve atuação destacada (Foto: Paulo Fernandes/Vasco)

Breno, seu companheiro de zaga, mostrou um outro lado no quesito segurança: com ele, não tinha brincadeira. No total, foram 6 bolas afastadas de sua defesa. O famoso ‘bola pro mato, que o jogo é de campeonato’ funcionou bem no clássico.

Jean Dourado Vasco Fluminense Brasileirão 28 08 2017Jean, incansável nos desarmes (Foto: Paulo Fernandes/Vasco)

Por fim, mais uma grande partida de Jean como ladrão de bolas. O jogador, que lidera este quesito no Brasileirão 2017, efetuou 4 desarmes e foi peça importantíssima. É lógico que outros jogadores – como o próprio desempenho de Mateus Vital – foram importantes. Mas na luta contra um dos melhores ataques do campeonato, o Vasco deu uma mostra que ainda pode melhorar e sofrer menos lá atrás.

Fechar