Trauma da Espanha contra anfitriões de Copas ganha mais um capítulo

Comentários()
Getty Images
Nas quatro vezes em que enfrentou os países-sede, foram três eliminações em tempo/jogo extra... e a maior goleada da história

banner Copa 2018

Header Tauan Ambrosio

Ainda que a Rússia estivesse jogando em casa, a Espanha entrou no gramado do Luzhniki como favorita a avançar para as quartas de final.

Entretanto, mais uma vez caiu para uma equipe anfitriã de Copas do Mundo.

Já havia acontecido em 1934, quando após um empate em 1 a 1 com a Itália foi derrotada por 1 a 0 no dia seguinte, em jogo-extra (e sem os principais jogadores, lesionados no primeiro embate).

GFX Itália Espanha 1934

Em 1950, sofreu a sua maior derrota em Mundiais para o Brasil: uma goleada por 6 a 1 que levou os torcedores no Maracanã à loucura.

Mais artigos abaixo
Morientes Fernando Hierro Espanha Copa do Mundo 2002 29 06 2018(Foto: Getty Images)

Com Fernando Hierro vestindo a braçadeira de capitão, a mais polêmica delas foi contra a Coreia do Sul, em 2002: eliminação na conta de uma arbitragem suspeita pelo favorecimento insistente aos donos da casa.

Na véspera do jogo contra a Rússia, o mesmo Hierro insistiu que o passado não influi nos resultados do presente. Pode ser que não, mas as defesas de Akinfeev na disputa de pênaltis após o empate por 1 a 1 dão sequência ao pesadelo espanhol contra os anfitriões em Mundiais.

Próximo artigo:
Corinthians leva elenco do Visão Celeste à Arena e bancará viagem de rival goleado na Copinha
Próximo artigo:
Vice do Palmeiras nega oferta de clube chinês por Dudu
Próximo artigo:
Palmeiras favorito, Corinthians defendendo o título, São Paulo, Santos... Como chegam os quatro grandes para o Paulistão
Próximo artigo:
Vice do Cruzeiro critica valores pagos pelo Fla por Arrascaeta: "eu não pagaria tudo isso"
Próximo artigo:
Mundial 2022: Catar demonstra preocupação com possível Copa com 48 seleções
Fechar