Torcedor da Roma é inocentado de agressão que deixou fã do Liverpool em coma

Comentários()
Giuseppe Bellini
Filippo Lombardi foi preso por três anos, mas não foi considerado responsável pelas agressões sobre Sean Cox

Torcedor da Roma apontado como responsável por agressões que deixaram um fã do Liverpool em coma, Filippo Lombardi foi inocentado das acusações por graves danos corporais sobre Sean Cox.

O italiano, preso por três anos após admitir ter participado das cenas de violência que chocaram a Europa antes do primeiro encontro válido pelas semifinais da Champions League 2016-17, em abril, argumentou que temia estar entrando em problemas antes de proteger os punhos com o cinto. Lombardi ainda explicou que só percebeu a presença de Cox após vê-lo caído no chão.

O júri presente na Corte de Preston Crown afirmou que não foi o estudante, e sim outra pessoa, o responsável pelos ferimentos de Cox, embora filmagens mostrem o italiano aparentemente ameaçando o inglês com o cinto, em meio a dezenas de torcedores da Roma. Durante o julgamento, o irmão de Sean Cox disse que a vítima encontra-se com dificuldades para se movimentar e falar.

As gravações do juiz de Preston, Mark Brown, mostram que o magistrado, em sua fala, disse que “o futebol é descrito como Jogo Bonito, mas os eventos terríveis que aconteceram nos arredores do estádio de Anfield, quando Sean Cox foi agredido, sofrendo lesões catastróficas, com certeza mancharam esta reputação”.

Liverpool fans before the UEFA Champions League match between Roma 24042018(Foto: Getty Images)

“Para mim, não há dúvidas de que o seu propósito era causar brigas com os torcedores do Liverpool... o que ficou evidente nas gravações de vídeo”, afirmou, dirigindo-se ao italiano.

No final das contas, Filippo Lombardi foi considerado culpado por violência e desordem, mas inocentado de ter sido o responsável direto pelas graves lesões sobre Cox. O torcedor do Liverpool foi homenageado por torcedores e jogadores do clube após os Reds garantirem a classificação para a final da última edição da Champions League – onde seriam derrotados pelo Real Madrid.

Próximo artigo:
Cristiano Ronaldo vê suas condecorações em Portugal em risco
Próximo artigo:
Danilo, lateral do City: “Vinicius Jr. cresce a cada jogo”
Próximo artigo:
Copa América terá ingressos a partir de R$60; saiba quando começa a venda
Próximo artigo:
Libertadores entra de vez na era digital dos maiores eventos esportivos
Próximo artigo:
Presidente do Cardiff nega envolvimento com avião desaparecido que transportava Sala
Fechar